Mídias Sociais

Sem categoria

Projeto da Patrulha Maria da Penha de Macaé atrai atenção de gestores de Maricá

Avatar

Publicado

em

 

 

Secretário de Segurança Pública e Transporte da cidade esteve em Macaé para conhecer funcionamento do projeto aprovado pela Câmara no último dia 8

 

Tunan Teixeira

 

Nem sancionado foi ainda pelo Prefeito de Macaé, Dr. Aluizio (PMDB), o projeto de lei que implanta a Patrulha Maria da Penha no município, aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal, no último dia 8 de março, já repercutiu pelo Estado do Rio.

Nesta sexta-feira, 17, a Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM), coordenado pela advogada Jane Roriz, idealizadora do projeto, recebeu a visita do Secretário de Segurança Pública e Transporte de Maricá, Celso Almeida Netto.

O secretário de Maricá esteve em Macaé para conhecer de perto como funciona a Patrulha Maria da Penha, projeto do Executivo que institui no município importante ferramenta no combate à violência contra a mulher.

Para Celso Almeida Netto é importante conhecer de perto a teoria e a prática da Patrulha Maria da Penha, para futuramente implantar o projeto em seu município, utilizando a rede já existente.

“Quero aprender com vocês e, principalmente, com as dificuldades, para que possamos implantar o projeto de forma que possamos contribuir com a questão da violência contra as mulheres, e que esses índices em nossa cidade sejam cada vez menores”, disse Celso.

A Secretária de Desenvolvimento Social, Tatiana Pires, que também esteve presente à reunião, comentou que a visita dos representantes de Maricá mostra que Macaé é referência para outras cidades na implantação da Patrulha Maria da Penha.

“Essa visita demonstra que o nosso trabalho é reconhecido em outras cidades e servimos de exemplos de boas práticas”, afirmou Tatiana, que também participou da histórica sessão do último Dia Internacional da Mulher, em que a Mesa Diretora da Câmara foi inteiramente ocupada por mulheres durante o Grande Expediente.

Durante o encontro, Jane Roriz, que também é Coordenadora Geral de Políticas para as Mulheres em Macaé, explicou que para implantar o projeto no município, a Secretaria de Desenvolvimento Social buscou parcerias com vários órgãos públicos, como Defensoria Pública, Polícias Civil e Militar e outros setores da Prefeitura de Macaé, como a Guarda Municipal, que dividirá a organização do Patrulha com o CEAM.

“Para implantarmos o projeto em nosso município, buscamos visitar outros municípios, como Duque de Caxias e as cidades de Curitiba e Vitória. A nossa intenção é trabalhar de forma preventiva para evitar o aumento da violência contra as mulheres em Macaé”, contou Jane, que começou a trabalhar no projeto em julho de 2016.

O Secretário Municipal Adjunto de Segurança e Comandante da Guarda Municipal de Macaé, André Luiz Monteiro, acrescentou aos visitantes que também foi feito um trabalho de preparação dos agentes que integram a Patrulha, como cursos de capacitação, que tiveram início em outubro do ano passado.

“O trabalho é realizado por duplas de guardas municipais formada por um homem e uma mulher, pois muitas vezes a vítima não quer relatar o problema para uma pessoa do sexo masculino e a guarda poderá ter um olhar diferenciado para resolver aquela questão”, explicou o comandante.

Participaram ainda do encontro também Secretário de Ordem Pública de Macaé, Sebastião  Carneiro; os integrantes da Patrulha Maria da Penha de Macaé, Adriana Esteves, Viviane Cardoso e Uanderson Ferreira; o Subsecretário de Segurança Pública e Transporte de Maricá, Luiz Alberto Santos; e a Chefe de Gabinete de Maricá, Anuciana Azevedo.

Aprovado há 10 dias, o projeto espera apenas a sanção do Prefeito Dr. Aluizio para começar a funcionar efetivamente. A coordenação da Patrulha será feita em parceria entre a Coordenadoria Geral de Políticas para as Mulheres e a Guarda Municipal.

Mais lidas da semana