Mídias Sociais

Sem categoria

Governo decide repassar à conta de luz custos de indenizações bilionárias

Publicado

em

 

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) definiu em R$ 62,2 bilhões o valor de indenizações às transmissoras de energia. A medida vai contribuir, portanto, para deixar as contas de luz mais caras até 2025, mas o impacto a cada ano varia. A partir de 2019, principalmente, tende a ser menor.
A decisão deve significar um aumento de 7,17% nas tarifas deste ano. O impacto no pagamento da indenização vai ser maior para uns e menor para outros, dependendo da região onde vivem. Os moradores das áreas mais distantes das usinas, como alguns pontos da região sudeste, devem sentir mais. O valor do reajuste que será efetivamente pago pelo consumidor depende ainda de outros fatores que impactam a conta de luz, definidos por cada distribuidora. No estado do Rio, a previsão é que a tarifa residencial suba 8,55% em março, já com o acréscimo das indenizações.
A previsão foi feita pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e é compartilhada pela Abradee, que reúne as distribuidoras de energia. No final do ano passado, a previsão da Aneel era de que a, por conta da dívida, o aumento fosse menor, cerca de 5%.

 

Bertha Muniz

Mais lidas da semana