Mídias Sociais

Destaque

Manifestação contra pedágio fecha dois sentidos da BR-101, em Casimiro de Abreu

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Logo no início da manhã, os manifestantes queimaram pneus e bloquearam os dois sentidos da rodovia.  

 Manifestantes fecharam a Rodovia BR-101, na altura do km 191, no distrito de Boa Esperança, em Casimiro de Abreu, na madrugada desta quarta-feira (22). O protesto foi iniciado às 4h. Moradores reivindicam a reabertura da única abertura que tinham para sair da localidade sem pagar pedágio e foi fechada pela concessionária, a Arteris Fluminense. Com o bloqueio da via, quem mora em Boa Esperança e precisa chegar a Rio Dourado, Rio das Ostras ou Macaé, precisa passar pelo pedágio, ir até o retorno e pagar novamente por outro pedágio.

Logo no início da manhã, os manifestantes queimaram pneus e bloquearam os dois sentidos da rodovia.  Segundo a Arteris Fluminense, o fechamento da mureta entre as pistas da BR-101 no km 192, se deu por conta da realização de manobras de retorno em nível que colocavam em risco os usuários da rodovia e a comunidade do entorno.

Ainda de acordo com a concessionária, a medida foi comunicada previamente à comunidade de Boa Esperança e contou com a anuência da ANTT e PRF, tendo sido tomada após a realização de uma série de ações acordadas previamente com os moradores locais, como a construção de passarela, instalação de pontos de ônibus, em ambos os sentidos da rodovia e o cadastramento de mais de 145 veículos do entorno da praça de pedágio de Casimiro de Abreu, o que permite a isenção de tarifa de pedágio para esse grupo.

A empresa informou continua realizando a atualização dos dados dos veículos dos moradores já cadastrados. Às 10h37, após horas de conversa entre agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e representantes da comunidade, as pistas foram liberadas nos dois sentidos da rodovia.

 

Mais lidas da semana