Mídias Sociais

Segurança Pública

Após cinco dias de buscas corpo de homem que desapareceu após salvar enteado em praia de Macaé é encontrado

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Após cinco dias de buscas, o Corpo de Bombeiros localizou, na manhã desta segunda-feira (30), o corpo de José Carlos Marcelino Junior, de 23 anos, que estava desaparecido desde o dia 25, quando entrou no mar da Praia do Lagomar para salvar o enteado de 10 anos, que estava se afogando.

A corporação disponibilizou motos aquáticas, quadriciclos, mergulhadores e drones nas buscas. O trabalho também contou com o apoio de uma lancha da Marinha. A vítima foi localizada entre as praias do Lagomar e da Barra. Segundo a família, José Carlos veio de Mesquita, na Baixada Fluminense do Rio, para Macaé, no início de dezembro em busca de uma oportunidade de emprego.

A família aproveitava o dia de sol na Praia do Lagomar, quando tudo aconteceu. O drama começou quando José Carlos percebeu que o enteado estava sendo arrastado pela correnteza. Ele entrou na água para resgatar o menino, mas não conseguiu sair. O corpo dele foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) do município.
Segundo o Corpo de Bombeiros o índice de afogamentos aumenta mais de 50% nesta época do ano.

De janeiro a dezembro de 2019 foram mais de 380 resgates em praias, rios e cachoeiras de Macaé. No ano passado, no mesmo período, foram mais de 1.400.  Ainda segundo o órgão, o efetivo é aumentado durante o verão para auxiliar nos salvamentos,mas nem todas as praias tem a presença dos guarda-vidas.
A do Lagomar, por exemplo, onde José Carlos se afogou não possuí base do Corpo de Bombeiros. Ela é chamada pelos moradores de arrasta neném e por ser mar aberto o risco de afogamento é ainda maior.

Mais lidas da semana