Mídias Sociais

Saúde

Araruama continua reforçando a importância da vacinação contra Febre Amarela

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

O município de Araruama continua reforçando a importância da vacinação contra a Febre Amarela. Desde a confirmação da doença em um macaco encontrado morto na cidade, a secretaria de saúde intensificou a vacinação em todo o município.

O número atualizado de pessoas imunizadas, até o último sábado, dia 24, foi de 11.272 pessoas. Somente no sábado, no posto central de vacinação instalado no trailer de Odontologia, do Projeto Sorriso Saudável, na Praça da Bíblia, no centro da cidade, foram vacinadas 2.586 pessoas.

A vacinação continua no Posto Central, instalado na Coordenadoria de Saúde Coletiva, ao lado do PAM, de segunda a sexta-feira, das 09h às 15h, e no CIMI – Centro Integrado Materno Infantil, de segunda a sexta-feira das 09h às 15h, onde apenas, estão sendo vacinados gestantes e crianças.

Além desses locais, a Secretaria Municipal de Saúde continuará, por 30 dias, com o posto central de vacinação no trailer da Odontologia, do Projeto Sorriso Saudável, na Praça da Bíblia, no centro da cidade, aos sábados das 09h às 17h.

Lembrando que o município também decidiu realizar uma vacinação itinerante, indo de porta em porta, na área centra do Parque Hotel, local onde o macaco foi encontrado. Desde quando começou a crise emergencial, as equipe já visitaram de três quadras.

A secretaria de saúde destaque que os idosos estão passando por uma triagem clínica epidemiológica com enfermeiras treinadas. E todas as gestantes estão sendo vacinadas, independentemente da idade gestacional. Algumas situações estão sendo analisadas, como por exemplo, pessoas com doenças crônicas, que tomem medicações imunossupressoras.

A Prefeitura reforça a importância das pessoas que ainda não se vacinaram buscarem um posto de saúde próximo de casa para serem imunizadas. A vacina é a única forma de prevenir a doença.

Vale ressaltar ainda que o macaco não é o responsável pela transmissão da Febre Amarela, e sim uma vítima. A doença é transmitida através da picada do mosquito.


 

Mais lidas do mês