Mídias Sociais

Política

Vereadores de Cabo Frio dizem que não foram convidados para participar de Audiência Pública realizada por CPI da Alerj

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

Os vereadores de Cabo Frio utilizaram a tribuna na sessão desta terça-feira, 18, para desabafar sobre a nota emitida pela Alerj e divulgada pelas mídias sobre o não comparecimento do Legislativo na audiência pública realizada pela CPI da Alerj, na última segunda-feira, 18, na sede da OAB, para tratar sobre o Hospital da Mulher.

A vereadora Letícia Jotta, que é vice-presidente da Comissão Parlamentar de Investigação da Câmara dos vereadores foi a primeira a abordar o assunto. A parlamentar quis deixar registrado o seu repúdio a forma como o Legislativo foi tratado.

"Eu como membro da CPI da Câmara não recebi nenhum convite, conversei com o vereador Ricardo Martins, que é presidente da Comissão e ele afirmou que não recebeu nenhum comunicado, conversei com quase todos os vereadores, que também afirmaram o mesmo", explicou a parlamentar.

Letícia questionou ainda qual seria o interesse dos organizadores de não chamarem os vereadores e de não quererem a presença do legislativo, principalmente da CPI da Câmara, que inclusive já tem um relatório final.

Líder de oposição, o vereador Rafael Peçanha, lembra  que dentro do cenário político há uma formalidade, que foi desrespeitada pelos Deputados.

"É importante lembrar aos Deputados, que existem um sistema de comunicação, que é o padrão da administração pública, que são os ofícios, os memorandos. Essa é a forma oficial de convidar autoridades a participarem de algum evento, de reuniões, como foi o caso dessa reunião da Alerj", lembrou o vereador.

O posicionamento de indignação também fez parte da fala do líder de situação, Vinicius Corrêa, que frisou que é necessário que seja esclarecido que eles não foram convidados em nenhum momento.

O presidente da CPI da Câmara, Ricardo Martins, afirmou que a Alerj abriu a Comissão de Investigação 30 dias após a Câmara dos Vereadores e que em momento nenhum se mostrou interessada em somar.

"A CPI da Alerj não me representa. Para mim não passa de politicagem. Porque quando fecharam o hospital não vi moverem uma palha para reabrir. Se a intenção fosse realmente ajudar, eles teriam somada junto com a CPI da Câmara, o que não aconteceu", frisou o vereador.

 

CPI da Câmara conclui relatório - Na mesma sessão foi entregue o relatório final realizado pela Comissão Parlamentar de Investigação criada para investigar o alto número de óbitos registrados no Hospital da Mulher de Cabo Frio.

O relatório extenso será entregue, dentro do prazo de cinco dias, ao Prefeito Dr. Adriano, ao Ministério Público e publicado, através dos meios oficiais para que as medidas necessárias sejam tomadas.

 

 

Mais lidas da semana