Mídias Sociais

Política

Usina Termelétrica Marlim Azul, em Macaé, tem previsão de gerar 1.000 empregos diretos na cidade

Publicado

em

 

Em visita ao canteiro de obras do empreendimento, nesta quarta-feira, 23, o prefeito de Macaé, Welberth Rezende (CIDADANIA), revelou que a Usina Termelétrica (UTE) Marlim Azul prevê também a geração de mil empregos diretos na cidade.

Construída no Complexo Logístico e Industrial de Macaé (CLIMA), localizado na Rodovia do Petróleo (RJ-168), a UTE Marlim Azul tem previsão do final das obras em dezembro de 2022 e início das operações em janeiro de 2023.

Durante a visita ao canteiro de obras da usina, Welberth Rezende se reuniu com o CEO do grupo Arke, Bruno Chevalier, do grupo proprietário da UTE Marlim Azul; além do diretor de operações, João Lucas Ribeiro; e do gerente do projeto, Rogério de Souza.

No encontro estavam, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, Rodrigo Vianna; o secretário de Ambiente e Sustentabilidade, Juninho Luna, e o secretário adjunto de Políticas Energéticas, Tiago Silva.

Segundo a prefeitura, o motivo da reunião dos representantes da empresa e do município foi apresentar o cronograma de obras da usina e a possibilidade de novos negócios do grupo Arke para Macaé e para a região.

Primeira UTE vencedora dos leilões de energia abastecida exclusivamente com gás oriundo do pré-sal, a Marlim Azul terá capacidade de gerar 565 megawatts (MW), suficientes em potência para atender ao consumo de uma população de 2,5 milhões de habitantes, integrando a produção de gás, e a geração e comercialização de energia elétrica.

“Estamos há 14 meses liderando o ranking de empregos do Estado do Rio graças a empreendimentos como este. Isso inaugura um novo capítulo na história do município, em que as oportunidades se multiplicam e a população encontra condições para trabalhar e conquistar uma melhor qualidade de vida”, avaliou o prefeito.

Mais lidas da semana