Mídias Sociais

Política

Tribunal de Justiça confisca documentos da Córrego Rico, em Cabo Frio

Avatar

Publicado

em

 

Um oficial de Justiça munido de um mandado de busca e apreensão foi à sede do Poder Executivo de Cabo Frio nesta quinta-feira (19) e recolheu documentos referentes ao contrato entre a Prefeitura e a empresa Córrego Rico Transporte e Construção Ltda. A ação faz parte do processo 0024047-78.2015.8.19.0011, aberto pelo vereador líder da oposição na Câmara Aquiles Barreto (SD), contra o prefeito Alair Correa (PP). Esse processo foi aberto em novembro de 2015, depois que o vereador tentou ter acesso aos documentos do contrato. Agora, em maio, a Justiça determinou que o Executivo entregue toda a documentação referente ao contrato. Por isso a presença de um oficial de Justiça e do mandado de busca e apreensão. Aquiles acompanhou o oficial de Justiça na visita à prefeitura, e nas redes sociais, comentou a decisão: “Depois de infrutíferas tentativas junto à Câmara Municipal para ter acesso aos processos da Córrego Rico, que continua recebendo milhões da Prefeitura, decidi ingressar na Justiça para exercer o meu direito de fiscalizar” – finaliza ele.

Mais lidas da semana