Mídias Sociais

Política

Secretaria Adjunta de Turismo de Macaé apresenta ações para o setor na cidade em audiência pública na Câmara

Avatar

Publicado

em

 

No centro da mesa, vereador Marvel (REDE) preside audiência pública que debateu situação do setor do turismo no município, com foco na geração de negócios, tendo ao seu lado esquerdo na mesa o Secretário Adjunto de Turismo, Leo Anderson

A Câmara Municipal de Macaé realizou na semana passada, mais uma audiência pública, dessa vez sobre o turismo, tema que vem ganhando ainda mais força no município, principalmente após a entrega das obras do novo terminal e da nova pista do Aeroporto de Macaé, cuja concessão foi leiloada juntamente com a concessão do Aeroporto de Vitória, no Espírito Santo, por 437 milhões de reais este mês.

O evento no Legislativo, realizado após aprovação de requerimento do vereador Marvel (REDE), tinha como tema a “geração de negócios por meio da valorização do turismo”, e contou com a presença de representantes do Executivo.

“É muito raro o comparecimento de integrantes do governo nas audiências desta Casa”, comentou o vereador, que presidiu a audiência.

Recentemente eleito como presidente do Fórum Estadual de Secretarias de Turismo do Rio (Fest-RJ), o Secretário Adjunto de Turismo, Leo Anderson, esteve no evento, onde apresentou as iniciativas da pasta.

“Nossa proposta é de ações que se tornem parte da espinha dorsal da economia do município”, revelou Leo Anderson.

O secretário explicou que 95% dos investimentos previstos para o setor são da iniciativa privada, e exaltou a rede hoteleira e gastronômica da cidade e os atrativos naturais da serra macaense, falando dos projetos para criar atrações artificiais, como um parque aquático, um autódromo e uma unidade do Projeto Tamar, que protege tartarugas-marinhas da extinção através da conscientização dos turistas, como acontece na orla de algumas cidades do Nordeste.

“Uma das nossas prioridades era transformar a secretaria em uma secretaria técnica, onde a gente discutia a palavra turismo em toda sua essência. Macaé viveu por um período tratando o turismo como eventos, shows; nada contra, acho super sadio, mas essa parte técnica, a parte do conhecimento, a parte da captação, do buscar, ela acabou ficando apagada”, avaliou o secretário.

Entre as ações tomadas em sua gestão na pasta, Leo Anderson ressaltou ainda a criação do Inventário de Oferta Turística de Macaé (IOT), em 2015, um levantamento de tudo que a cidade oferece no setor, e que é atualizada semanalmente.

Durante o evento, o secretário ressaltou também que vem trabalhando para abranger outros segmentos do setor de turismo, como negócios, lazer e o segmento ligado às feiras nacionais e internacionais, mas lembrou que os problemas do aeroporto e a falta de voos comerciais de passageiros acabava dificultando avanços mais significativos nessas áreas.

Sobre as demandas apresentadas pelos representantes da região serrana, o secretário lembrou reconheceu os problemas das vias do Sana, mas ressaltou que a questão da Estrada do Sana emperra na divergência da população, já que parte dos moradores é contrária à pavimentação da via, apontando a situação de Jericoacoara, no Ceará, onde os moradores vem sofrendo devido à natureza das ações de infraestrutura adotadas na região.

Em fevereiro desse ano, uma reportagem do jornal Folha de São Paulo relata que os avanços na infraestrutura, com pavimentação de vias de acesso e inauguração do aeroporto, transformaram o turismo da região no chamado turismo de luxo, trazendo problemas para os moradores mais antigos, que se viram obrigados a conviver com o aumento desordenado da oferta turística e do custo de vida.

Além do secretário, participaram do evento o Secretário Adjunto de Políticas Energéticas, Clóvis de Queiroz Lima; o presidente do Conselho Municipal de Turismo (Comtur), Renato Nicoli; o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Macaé, Luis Henrique de Souza Fragoso; os presidentes do Convention & Visitors Bureau (CVB) de Macaé, o próprio Leo Anderson, e de Rio das Ostras, o jornalista Daniel Galvão, além da vice-presidente do CVB Macaé, Isabel Tunas Muniz.

 

Mais lidas do mês