Mídias Sociais

Política

São Pedro da Aldeia também começa vacinação pediátrica para crianças com comorbidades

Publicado

em

 

Depois de Macaé, Rio das Ostras, Cabo Frio, Quissamã e Campos dos Goytacazes, na semana passada, nesta semana foi a vez de São Pedro da Aldeia iniciar sua campanha de vacinação pediátrica, voltada para crianças de 5 a 11 anos de idade.

A aplicação das primeiras doses começaram nesta segunda-feira, 24, no espaço do São Pedro Esporte Clube (SPEC), que recebeu crianças com deficiência e com comorbidades, como vem acontecendo neste início de vacinação pediátrica.

O atendimento exclusivo a esse público segue nesta semana, das 8h às 12h, com distribuição de senhas até 11h30, lembrando que os pais e responsáveis das crianças devem apresentar laudo médico que comprove as comorbidades e deficiências.

Nesta terça-feira,  25, a vacinação pediátrica chegou à comunidade quilombola, que começou a receber as primeiras doses infantis na unidade de Estratégia de Saúde da Família (ESF) do bairro Botafogo.

Segundo o prefeito Fábio do Pastel (PODE), que já está recuperado da infecção pelo coronavírus, e que esteve na ESF Botafogo acompanhando o trabalho da equipe multiprofissional, a vacinação pediátrica é importante para o combate à disseminação do vírus na cidade.

“Parabéns pela dedicação de toda a equipe. Cheguei aqui e vi todos com um sorriso no rosto e o salão colorido. Seguimos o cronograma de vacinação com muita responsabilidade e dignidade, alcançando cada dia o nosso objetivo maior de vacinar a população o mais rápido possível”, afirmou Fábio do Pastel.

A prefeitura ressalta que, mesmo com a vacinação pediátrica, a aplicação das doses para a população a partir dos 12 anos também continua nos postos de saúde, em diversos bairros do município, também das 8h às 12h, com distribuição de senhas até 10h, para evitar a perda de doses.

A Secretaria de Saúde de São Pedro da Aldeia informou que, diariamente, serão distribuídas 120 senhas, sendo 50 senhas nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e 70 senhas nas unidades ESF que servem de polos de vacinação na cidade.

Para receber a 2ª dose das vacinas CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer, e completar o esquema vacinal, é preciso que a população procure os postos de vacinação , lembrando o tempo entre a 1ª e a 2ª dose das vacinas é diferente para cada fabricante, com 14 a 28 dias para a CoronaVac, 90 dias para a AstraZeneca, e 21 dias para a Pfizer, mas apenas para maiores de 18 anos, seguindo recomendação do Ministério da Saúde.

O município também ressalta que a vacina Janssen, que completa o esquema vacinal com a dose única, já está disponível para a 2ª dose, desde que a dose única tenha sido aplicada há pelo menos 4 meses.

Para conferir a lista de postos de saúde que funcionam como polos de vacinação e também a documentação necessária para cada caso, a prefeitura disponibiliza essas e outras informações diretamente em seu site, através do endereço eletrônico, pmspa.rj.gov.br.

Mais lidas da semana