Mídias Sociais

Política

Reunião entre prefeito e vereadores de Macaé trata de propostas voltadas para ampliar inclusão da Saúde do município

Publicado

em

 

O prefeito de Macaé, Welberth Rezende (CIDADANIA), se reuniu, na noite desta quarta-feira, 12, com representantes da Câmara Municipal para tratar de propostas voltadas para crianças portadoras do transtorno do espectro autista.

No encontro também serviu para traçar alternativas para a compra, pela rede pública municipal de Saúde, do canabidiol, substância derivada maconha e utilizada em medicamentos que têm eficácia no tratamento de doenças psiquiátricas e neurodegenerativas, como esclerose múltipla, esquizofrenia, mal de Parkinson, e epilepsia, entre outras.

Além de servidores das secretarias de Saúde, e de Educação, participaram da reunião ainda o presidente da Câmara, vereador Cesinha (PROS), o líder do governo na Casa, vereador Guto Garcia (PDT), e os vereadores, Rond Macaé (PATRIOTA) e Edson Chiquini (PSD), que ouviram relatos de mães sobre as dificuldades que elas enfrentam para ter acesso a serviços voltados para pessoas com deficiência (PCD).

Durante o encontro, o governo municipal revelou que já está em curso um processo para a compra de medicamento à base de canabidiol, também utilizado para pessoas com Parkinson, Alzheimer e outras doenças neurológicas.

Um dos maiores defensores da causa dos portadores do transtorno do espectro autista no município, o vereador Cesinha lembrou que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já liberou a produção de medicamentos à base de canabidiol no país.

“Em nome da Câmara, defendemos a causa. O governo terá o nosso apoio para implementar as medidas necessárias”, reforçou o presidente da Casa.

Nesta semana, a Anvisa concedeu autorização a mais uma empresa farmacêutica para produzir e comercializar medicamentos à base de canabidiol no Brasil, a Naturare, que se junta agora à Prati Donaduzzi, que tinha autorização desde abril desse ano.

Segundo reportagem da revista Exame, o próximo passo esperado pelas empresas farmacêuticas é a autorização para a plantação da cannabis no Brasil, algo que já é tema de um projeto de lei que tramita no Congresso e que já recebeu parecer favorável na Câmara Federal.

Ao final do encontro desta quarta-feira, o prefeito Welberth Rezende afirmou que o município espera avançar nas medidas inclusivas, ressaltando a importância do diálogo com a Câmara e com a sociedade.

Mais lidas da semana