Mídias Sociais

Política

Professores do Estado terão auxílio tecnológico de 3 mil reais para compra de tablets e computadores

Publicado

em

 

O governador do Rio, Cláudio Castro (PL), anunciou, na última sexta-feira, 15, Dia do Professor, um pacote de benefícios para mais de 45 mil professores da rede pública estadual de educação a partir desta semana.

Entre os benefícios estão um aumento no valor do auxílio-transporte, que passará dos atuais R$ 6,30 para R$ 17,10 por dia, e a inclusão do auxílio tecnológico, a partir de novembro desse ano, no valor de 3 mil reais.

“A valorização dos nossos profissionais de Educação é uma das minhas principais preocupações. Por isso, determinei a correção dos valores do auxílio-transportes e a criação do auxílio-tecnológico. Precisamos investir no professor e cada vez mais na modernização do ensino, principalmente durante tempos difíceis como os que temos vivido com a pandemia do coronavírus”, afirmou o governador.

Segundo o Estado, o novo benefício de 3 mil reais será pago em cota única aos servidores de carreira do magistério, que deverão usar a quantia para a compra do equipamento tecnológico, como tablets ou computadores.

“É necessário destacar que, após a compra, o professor deve enviar uma foto do que adquiriu, seja tablet ou computador, com a nota fiscal. O objetivo é garantir a transparência com o gasto do dinheiro público”, completou o governo estadual.

A iniciativa parece reforçar as propostas recentes de manutenção do ensino híbrido e do ensino virtual na rede pública estadual de educação, mesmo depois das condições para o retorno pleno das atividades presenciais na sociedade.

“A ideia é disponibilizar esse recurso para que os nossos professores tenham condições de aperfeiçoar seus métodos de ensino e garantir ainda mais qualidade no ensino para os 700 mil estudantes da rede [pública] estadual de ensino”, acrescentou o secretário estadual de Educação, Alexandre do Valle.

Além dos benefícios, o Governo do Estado anunciou também que está preparando um edital para o preenchimento de 303 vagas para o cargo de Docente 1 com carga horária de 16 horas, que será lançado pela Secretaria Estadual de Educação.

Em abril desse ano, o governo estadual já havia publicado um decreto dando provimento de até 2.127 vagas, que poderão ser preenchidas por meio de nomeações em concursos já homologados e válido ou com publicação de novos editais.

N área da Educação o concurso é esperado desde 2018, quando a Secretaria Estadual de Fazenda autorizou um novo concurso. No concurso confirmado pelo governador, a banca ficará a cargo da Fundação Centro Estadual de Estatística, Pesquisas e Formação dos Servidores do Rio de Janeiro (CEPERJ).

A previsão é de que, além das 303 vagas diretas, o concurso ofereça ainda em torno de 3 mil vagas para cadastro de reserva, e de que mais detalhes do concurso sejam publicados no Diário Oficial do Estado (DOE-RJ) no próximo mês de novembro.

Mais lidas da semana