Mídias Sociais

Política

Presidente do TRE-RJ explica situação de candidatos com candidaturas rejeitadas pela Justiça

Publicado

em

 

Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Rio de Janeiro (TRE-RJ) se posiciona sobre candidaturas indeferidas e cita caso do ex-governador do Rio, Anthony Garotinho (PRP), que segue fora da disputa pelo Governo do Rio

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Rio de Janeiro (TRE-RJ), desembargador Carlos Eduardo da Fonseca Passos, publicou, na última quinta-feira, 4, um comunicado sobre a situação de políticos com pedido de registro de candidatura indeferido pela Justiça Eleitoral.

Em nota publicada no site do TRE-RJ, o desembargador comentou a situação, entre outras, do ex-governador do Rio, Anthony Garotinho (PRP), condenado pela Justiça, e que tentava retornar ao cargo que ocupou entre 1999 e 2002.

“A Corte Superior Eleitoral indeferiu os registros de candidatura de Anthony Garotinho (PRP) ao cargo de governador; de Anderson dos Santos Silva (PROS) e Anderson Pereira de Carvalho (PTB) ao cargo de deputado estadual; e de Pedro Wilson Vieira da Costa (SD) e Celso Jacob (MDB) ao cargo de deputado federal, confirmando as respectivas decisões do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. Tendo em vista que o sistema de candidaturas já se encontra fechado desde 19 de setembro e que o processo de inseminação já foi deflagrado, não é possível, no presente momento, a exclusão dos nomes dos outrora candidatos das urnas eletrônicas, até mesmo porque ainda não exauridas as vias judiciais. Dessa forma, a situação dos candidatos continuará constando, na urna eletrônica, como ‘indeferido com recurso’, e eventuais votos a eles destinados serão considerados nulos, a menos que as decisões do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sejam revertidas”, diz a nota.


 

Mais lidas do mês