Mídias Sociais

Política

Prefeituras de Macaé e de Aberdeen, na Escócia, assinam renovação de acordo visando mercado energético

Publicado

em

 

A Prefeitura de Macaé e a Prefeitura de Aberdeen, na Escócia, renovaram um acordo que estabelece a colaboração entre as duas cidades na exploração e produção de petróleo e gás, com foco nesse momento de transição energética, por meio de projetos de energia renováveis.

A oficialização do acordo aconteceu nesta quarta-feira, 10, em encontro realizado no gabinete do prefeito de Macaé, Welberth Rezende (CIDADANIA), com a presença do cônsul-geral britânico, Simon Wood, que assinaram a renovação de um Memorando de Entendimento (MoU) entre as duas prefeituras.

“Para nós é motivo de orgulho e felicidade termos sido escolhidos como signatários nessa cooperação. Macaé vive um momento de transição energética. Vivíamos com o nosso modelo produtivo ancorado somente no óleo e gás, mas agora começamos a vislumbrar seus horizontes como capital da energia, investindo em novas tecnologias, pesquisa e inovação, ampliando nossas matrizes energéticas. Ter uma cidade como Aberdeen, com tamanha expertise no setor de energia e nessa transição energética, vai contribuir muito com esse nosso processo de desenvolvimento”, avaliou Welberth Rezende.
Para o prefeito de Aberdeen, Baillie John Reynolds, que participou da reunião por videoconferência, a cidade escocesa pode contribuir com Macaé devido à sua experiência no setor de óleo e gás.
“Quando Aberdeen começou sua trajetória na produção de petróleo, vários erros foram cometidos, por isso essa parceria é tão importante, a fim de que a troca de experiência e compartilhamento de conhecimento possa contribuir para o avanço e desenvolvimento dos nossos municípios”, acrescentou Baillie John Reynolds.
De acordo com o cônsul-geral britânico, o documento assinado nesta quarta-feira tem um papel importante na parceria entre as duas cidades, principalmente visando a Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP26).

“O MoU representa um passo muito importante entre essas duas cidades. E o momento em que assinamos esse Memorando não poderia ser mais oportuno, durante a realização da COP26, em que a discussão se volta para a forma de como o mundo produz e utiliza a energia. Macaé e Aberdeen entram nesse cenário com potencial para não serem apenas capitais da energia, mas sim como capitais da transição energética, fomentando projetos estratégicos de energia verde”, acredita Simon Wood.
Segundo a Prefeitura de Macaé, após assinatura do documento, o grupo se reuniu com secretários e gestores municipais, além de representantes de instituições e grupos que atuam no cenário econômico de Macaé, entre elas a Associação Comercial e Industrial de Macaé (ACIM), a Câmara de Dirigentes Lojistas de Macaé (CDL), a Federação das Indústrias do Estado do Rio (Firjan), o Repensar Macaé, e o Terminal Portuário (TEPOR).

Mais lidas da semana