Mídias Sociais

Política

Prefeitura de Macaé segue com vacinação contra o coronavírus para 2ª dose da Pfizer e repescagem da 1ª dose

Publicado

em

 

A Prefeitura de Macaé continua sua campanha de vacinação contra o coronavírus nesta quinta-feira, 21, com o foco na chamada repescagem, ou busca ativa de pessoas com idade a partir dos 18 anos que ainda não tomaram sequer a 1ª dose.

O atendimento será realizado nos polos fixos de vacinação da região central do município, que funcionam no Colégio Estadual Matias Neto, na Escola de Samba Império da Barra, na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Barramares, no Pronto Socorro do Parque Aeroporto, e na unidade de Estratégia de Saúde da Família (ESF) no Lagomar (A/D).

Para receber a 1ª dose das vacinas, as pessoas devem apresentar um documento de identificação com foto, CPF ou Cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), comprovante de residência, e o Código QR impresso que é gerado no pré-cadastro de vacinação no site da prefeitura.

Apesar de estar, nesta semana, promovendo a aplicação da 2ª dose das vacinas da Pfizer nesta quarta e sexta-feira, dias 20 e 22, a prefeitura explica, sobre a repescagem dos adolescentes entre 12 e 17 anos que perderam as datas da 1ª dose, que ainda espera a entrega de novas remessas de vacinas da Pfizer, que é de responsabilidade do Plano Nacional de Imunização (PNI), que distribui as doses através dos governos estaduais.

“A Secretaria de Saúde aguarda, do [PNI, através do] Governo do Estado, o envio de novo lote de vacinas da Pfizer para a 1ª dose, para realizar a repescagem para adolescentes de 17 a 12 anos”, revelou a pasta.

Conforme vem explicando desde o início da vacinação no município, as doses das vacinas distribuídas pelo PNI são marcadas pelo Ministério da Saúde e já chegam aos municípios com a destinação garantida.

Por isso, os últimos lotes com remessas das vacinas da Pfizer estão sendo destinados, nesta quarta e sexta-feira, para a aplicação da 2ª dose. Além dos polos fixos já listados na busca ativa da 1ª dose, também funcionarão as unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESF) da Praia Campista, das Malvinas, do Visconde, dos Cajueiros, do Campo D’Oeste, do Botafogo, da Aroeira, da Imbetiba, e do Lagomar (B/C).

As vacinas da Pfizer são as únicas autorizadas a serem aplicadas para os adolescentes entre 12 e 17 anos por decisão da Secretaria Estadual de Saúde do Rio e do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Rio (Cosems-RJ).

Sobre a aplicação da 3ª dose, a prefeitura revelou que mais de 3 mil pessoas já receberam a chamada dose de reforço das vacinas contra o coronavírus, que vêm sendo aplicadas em idosos, profissionais de saúde e pacientes imunossuprimidos.

Em números divulgados na última semana, a Secretaria de Saúde revela que, ao todo, já vacinou 184,7 mil pessoas com a 1ª dose, o que corresponde a 71% da população geral, e 114 mil pessoas com as duas doses, o que representa 43,8% da população geral, embora não tenha divulgado quantas pessoas que tomaram a dose única da vacina da Janssen, única das 4 vacinas utilizadas no país que completa o processo de imunização com apenas uma dose.

Mais lidas da semana