Mídias Sociais


Política

Prefeitura de Macaé divulga possibilidade de licitação do transporte e obras no Terminal Cehab neste mês de junho

Publicado

em

 

No mesmo dia em que a Secretaria de Mobilidade Urbana de Macaé revelou que deve confirmar, neste mês de junho, a nova licitação do transporte público, o prefeito Welberth Rezende (CIDADANIA) entregou a ordem de serviço para a demolição e a construção do novo Terminal Cehab, no Parque Aeroporto.

A declaração sobre a nova licitação foi feita pelo secretário Jayme Muniz, em visita à Câmara Municipal, respondendo a informação após pergunta do vereador Edson Chiquini (PSD) sobre a empresa Sistema Integrado de Transporte (SIT), atual concessionária do transporte público na cidade.

“O contrato atual vai até 2025, mas nossa Procuradoria está tentando antecipar o término”, antecipou Jayme Muniz, que engrossou as críticas à SIT, alvo de muitas reclamações na cidade, pela má qualidade do serviço prestado à população.

Já sobre a demolição e construção do novo Terminal Cehab, a prefeitura contou que as obras incluem o fornecimento de material, de mão de obra e de equipamentos, em uma área de 1.659,40 metros quadrados (m²).

“Não se trata de uma reforma, mas da troca de toda a estrutura, por uma estrutura moderna, bonita. Esta é a 27ª obra que damos andamento em Macaé, e uma intervenção esperada pela população”, lembrou Welberth Rezende.

O prefeito acrescentou ainda que a previsão de término das obras é de 12 meses, mas o gestor municipal já encaminhou à empreiteira responsável pelas obras um pedido para antecipar a conclusão e a entrega dos trabalhos.

A prefeitura revelou também que, a partir desta semana, a empresa começa os serviços preliminares, que são da construção de um galpão de oficinas, com tapumes e placa de obra, locação, transporte, movimentação, rodízios, montagem e desmontagens de andaimes, retirada de entulhos, escavações, reaterros, cargas e descargas e aluguel de plataforma pantográfica.

Segundo o secretário de Infraestrutura, Santiago Borges, a empresa promoverá a demolição e a remoção dos quiosques existentes, e também das estruturas metálicas e da cobertura do atual espaço do terminal.

“A nova estrutura metálica será com proteção, incluindo a execução de estrutura em concreto armado para os quiosques e construção de nova cisterna”, contou Santiago Borges.

O secretário adjunto de Obras, Felipe Bastos, lembra que, a partir do momento que a prefeitura entrega a ordem de serviço, a responsabilidade pelo espaço passa a ser da empresa responsável pelas obras.

“Essa é uma obra em parceria com a [Secretaria de] Mobilidade Urbana, que inclui adaptação do espaço com acessibilidade e recuperação da pavimentação e execução de novas instalações hidrossanitárias e elétricas, contendo louças, metais e iluminação do terminal”, enumerou Felipe Bastos.

O secretário adjunto de Obras contou também que o projeto prevê a execução de novos revestimentos de parede, teto e piso, abrangendo emboço, pintura e revestimento cerâmico, com novas esquadrias e ferragens para os quiosques, nova cobertura, pintura geral e plantio de espécies vegetais e paisagismo.

Entre os serviços realizados pela empresa no espaço estarão também, demolições de alvenaria, remoção de pavimentos em intertravado, demolição de estrutura metálica, de piso em ladrilho, arrancamentos de grades e portas, retirada de azulejos e remoção de coberturas em telhas, além de retirada de calha e condutores, e construção de estruturas metálicas novas com fundação, estruturas de concreto com fundação, construção de cisterna e impermeabilização de cisterna, com novas esquadrias e ferragens, portas e janelas de alumínio, vidro temperado, colocação de gradil e guarda corpo metálico, pintura acrílica e sobre ferro, bem como serviços complementares que abrangem letreiro em inox, meio fio, pintura de meio fio, plantio de grama e banco de concreto.

Além do prefeito, do secretário de Infraestrutura, e do secretário adjunto de Obras, participaram da visita ao atual Terminal Cehab também o vereador Luciano Diniz (CIDADANIA), e o secretário adjunto de Serviços Públicos, Rodrigo da Silva.

Mais lidas da semana