Mídias Sociais

Política

Prefeito de Macaé anuncia vacinação de profissionais de educação para a próxima quarta-feira, dia 9 de junho

Publicado

em

 

Em postagem nas suas páginas no Twitter e no Facebook nesta segunda-feira, 31 de maio, o prefeito de Macaé, Welberth Rezende (CIDADANIA), confirmou o planejamento da prefeitura para iniciar, já na próxima quarta-feira, 9 de junho, a vacinação contra o coronavírus dos profissionais de educação no município.

Em vídeo publicado nas redes sociais, ao lado da secretária de Saúde, Liciane Furtado, e do secretário adjunto de Atenção Básica, Luiz Carlos Braga, o prefeito explica que o planejamento para o início da vacinação foi feito e acrescenta que o município também já se prepara para a vacinação do chamado grupo geral, que engloba o restante da população, por idade, abaixo dos 59 anos.

“Finalizamos agora o início de vacinação para os profissionais de educação, na semana que vem, quarta-feira, dia 9, e estamos discutindo também a vacinação do grupo geral, que deve começar agora, a partir de 59 anos, em dezembro. Nos próximos dias, teremos aí o nosso calendário sendo divulgado”, revelou Welberth Rezende.

A vacinação dos profissionais de educação, tanto na rede pública quanto na rede privada, que vinha sendo motivo de cobrança da Câmara Municipal desde o início do ano, já tinha sido pauta de reunião entre a prefeitura e o Ministério Público do Estado do Rio (MP-RJ), quando a data do dia 9 havia sido ventilada.

“O nosso objetivo é avançar na vacinação, alcançando os profissionais da Educação, seguindo também o nosso plano de retorno das aulas presenciais nas unidades de ensino da cidade”, explicou o prefeito, lembrando que as aulas presenciais da rede privada já começaram, de maneira escalonada.

De acordo com o município, a vacinação dos profissionais de educação seguirá também critérios determinados pelo Plano Nacional de Imunização (PNI), de Ministério da Saúde, exigindo documentos que comprovem o vínculo ativo de trabalho nas unidades de ensino, declaração do responsável pela unidade, além de comprovante de residência com endereço de Macaé, CPF ou Cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).

Mais lidas da semana