Mídias Sociais

Cidades

Prefeita de Carapebus, Christiane Cordeiro, assume gestão municipal “no escuro”

Avatar

Publicado

em

 

Depois de mais de duas horas de atraso, a nova prefeita de Carapebus, Christiane Cordeiro (PP), e sua vice, Diretora Marinete (SD), tomaram posse dos cargos na prefeitura, em cerimônia realizada na noite deste domingo, 1 de janeiro, na Escola Municipal Salim Selem, no centro da cidade.

O evento que reuniu familiares, parentes, amigos e moradores, empossou também os vereadores eleitos em outubro de 2016, Deuti (PSDC), Tania Cabral (PSB), Marquinho Pacato (PMDB), Anselmo Prata (PSDB), Borginho (PP), Maicon Véio (PSD), Tuti (PDT), Dandinho (PP) e Wagner Mello (PTdoB).

Assim como em diversas cidades da região, a nova gestão municipal de Carapebus assume com muitos desafios pela frente e “no escuro”, já que, de acordo com a nova vice-prefeita, que assumirá a Secretaria de Educação, a gestão do agora ex-prefeito, Amaro Fernandes (PMDB), não permitiu que houvesse a transição de governo.

“A gente assume sem saber o real estado da prefeitura, porque eles não abriram as portas para nós. Pedimos as informações necessárias para fazer a transição, mas nada nos foi passado. O que a gente sabe é de funcionários que nos contaram. Não deixaram a gente entrar em nenhum órgão da prefeitura, em nenhuma escola”, revelou a Diretora Marinete, antes da cerimônia de posse.

Segundo ela, mesmo sem saber qual o tamanho exato dos problemas que irá enfrentar na Secretaria de Educação, a vice-prefeita comentou que um dos maiores desafios da pasta no município é unir as unidades, já que algumas funcionam em prédios alugados.

“Não dá para saber o real estado da educação do município, porque não deixaram entrar nem nas escolas, mas nós sabemos quem um dos maiores desafios é a mudanças nas escolas, porque há algumas funcionando em prédios alugados. Vamos trabalhar muito a partir de amanhã (segunda-feira, 2) para ainda nessa primeira quinzena de janeiro começarmos a ter uma noção exata da situação da secretaria e começarmos o período de matrículas, porque não podemos esperar até fevereiro, como fazia a gestão anterior”, decretou Marinete.

Em seu discurso de posse, a Prefeita Christiane Cordeiro já anunciou um pacote de medidas para reduzir os custos da máquina pública, além de revelar que doará seu salário de prefeita para a Secretaria de Promoção Social, para a construção da Casa da Sopa.

Entre as medidas anunciadas estão, a redução das atuais 24 secretarias para 18, a extinção de todas as subsecretarias, e o corte de 50% dos cargos comissionados. Na oportunidade, a prefeita anunciou também parte do novo secretariado que irá administrar a cidade e confessou que a nova administração enfrentará sérios problemas financeiros.

“Não se trata de uma escolha e sim de uma missão levar Carapebus a um futuro melhor. Não pudemos contar com um governo de transição, porque a administração anterior não nos permitiu, mas temos um plano de governo que iremos implantar, além das medidas de contenção para adequar a administração pública à situação de crise atual que atinge todos os municípios e o país”, analisou a prefeita.

Christiane assegurou ainda que a prefeitura voltará a ter expediente normal, e disse que reduzir a carga horária não significa corte de despesas, corte esse que ela fará devolvendo os imóveis alugados e realocando as unidades que funcionam nesses locais para uma sede própria municipal.

 

Câmara – A noite deste domingo em Carapebus também será lembrada por um marco na história do município, que terá não apenas o Executivo, mas também o Legislativo comandado por uma mulher.

Por unanimidade, a vereadora Tânia Cabral foi eleita como a nova Presidente da Câmara Municipal, na abertura do ano legislativo. Ela terá como vice Anselmo Prata, com Deuti como 1º Secretário e Borginho como 2º Secretário.

 

Secretariado – A prefeita também anunciou parte de seu novo secretariado durante a cerimônia de posse. Christiane afirmou ainda que as demais secretarias terão seus titulares anunciados no decorrer do mês.

“Infelizmente, como não pudemos ter um governo de transição, não sabemos o que encontraremos e só poderemos escolher os nomes das pastas que faltam ao analisarmos a situação financeira e estrutural do município”, justificou a prefeita.

Tunan Teixeira

 

Confira abaixo os nomes anunciados em cada pasta.

Procuradoria-Geral: Gezimar Ribeiro Soares

Secretaria de Educação: Diretora Marinete

Secretaria de Saúde: Dr. Márcio Giovanini

Secretaria de Administração: Paulo Vitor Nunes

Secretaria de Segurança e Ordem Pública: Roberto Borges

Secretaria de Transporte: Raimundo Lunes

Secretaria de Cultura: Dulce Cordeiro.

Mais lidas da semana