Mídias Sociais

Política

Prazo para realização das convenções partidárias visando as eleições deste ano termina no próximo domingo, 5 de agosto

Avatar

Publicado

em

 

Convenção estadual do DEM confirmou, no último domingo, 29 de julho, a candidatura do ex-prefeito do Rio, Eduardo Paes, que posou de mãos dadas com o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, que, curiosamente, não parece tão contente na foto

Termina no próximo domingo, 5 de agosto, o prazo para a realização das convenções partidárias que oficializam os nomes dos candidatos que concorrerão a presidente, governadores, deputados estaduais e federais, e senadores.

Até esta segunda-feira, 30 de julho, alguns partidos já haviam realizado as suas convenções, confirmando as candidaturas de 6 nomes a presidente da República, Ciro Gomes (PDT), Guilherme Boulos (PSOL), Jair Bolsonaro (PSL), José Maria Eymael (DC), Paulo Rabello de Castro (PSC) e Vera Lúcia (PSTU).

Desses nomes, apenas Boulos, Eymael e Vera Lúcia saíram das convenções nacionais com as chapas completas, enquanto os outros 3 ainda não escolheram os candidatos a vice-presidente.

Restam ainda 16 partidos, entre eles MDB, PT, PSDB, REDE, DEM e PSB, vão se reunir na próxima semana, entre quarta-feira, 1 de agosto, e domingo, fim do prazo estabelecido pelo calendário eleitoral.

O prazo para pedir registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se encerra dia 15 de agosto. Além dos 6 nomes já confirmados, outras legendas, casos de PTB, PSD, SD, PV e DC, realizaram suas convenções na última semana, definindo posições e alianças, como aconteceu com PTB, PSD e SD, que confirmaram apoio à candidatura do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckimin (PSDB).

O PV não terá candidato à presidência, mas recebeu convite do REDE para indicar o vice na chapa que deverá ser liderada por Marina Silva. Já o PSDB se reunirá no próximo sábado, 4 de agosto, em Brasília.

Governo do Rio – Enquanto a corrida eleitoral segue a todo vapor na disputa presidencial, o cenário para as eleições para o Governo do Estado do Rio de Janeiro segue cheia de incertezas, restando apenas 7 dias para a realização das convenções partidárias.

Até este final de semana, apenas 5 nomes foram oficializados pelos partidos como candidatos. São eles, o ex-prefeito do Rio, Eduardo Paes (DEM), o deputado federal Índio da Costa (PSD), o advogado Marcelo Trindade (NOVO), o vereador Tarcísio Motta (PSOL), e o ex-juiz federal, Wilson Witzel (PSC).

Desses, apenas Paes segue sem a chapa completa, já que a intenção de ter o deputado estadual Marcelo Delaroli (PR), acabou fracassando graças às ligações políticas que o deputado tem com o PT de Maricá, conforme revelou a colunista Berenice Seara, do jornal Extra, do Rio.

A informação da saída do ex-prefeito de Maricá da chapa do DEM acabou sendo confirmada pela convenção estadual do partido encabeçado no Rio pela família Maia, do presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, e do ex-prefeito e senador, César Maia.

Os demais, todos foram anunciados com as chapas formadas, e toda “puro-sangue”, como são conhecidas chapas em que os 2 candidatos pertencem ao mesmo partido. Restam ainda as convenções partidárias de PDT e PT, que devem confirmar, respectivamente, as candidaturas de Pedro Fernandes e Marcia Tiburi.

Ao todo, 14 partidos já realizaram suas convenções estaduais no Rio de Janeiro, mas muitos ainda não manifestaram seus posicionamentos. Os outros 9, que não terão candidatos próprios ao Palácio Guanabara, são PCB, PROS, AVANTE, PATRI, PSL, PTC, PHS, PPL e SD.

Desses, o PCB confirmou apoio a Tarcísio, enquanto o PHS vai apoiar Paes. PROS e PATRI se posicionaram em favor da candidatura do ex-governador do Rio, Anthony Garotinho (PRP), que sofreu mais uma condenação por desvio de dinheiro, e teve seus direitos políticos cassados por 8 anos. A convenção do PRP acontece no domingo, 5 de agosto. Os demais partidos, AVANTE, PSL, PTC, PPL e SD ainda não se manifestaram sobre quem vão apoiar nas eleições do governo estadual.


 

Mais lidas do mês