Mídias Sociais

Destaque

Polícia Civil deflagra operação para apurar suspeita de desvios de verba em Arraial do Cabo

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Agentes entraram no gabinete do vereador Sppencer atrás de documentos da época em que ele era secretário de Saúde. 

A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta quinta-feira (22), uma operação para cumprir mandados de busca e apreensão em endereços ligados a suspeitos de desvio de verba em contratos irregulares com um laboratório, em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos. Uns dos alvos foram o gabinete do vereador Sppencer (MDB), na Câmara Municipal, e a casa do parlamentar, onde foram recolhidos documentos.

Segundo a Polícia Civil, o desvio chegaria a R$ 2,5 milhões. A operação também cumpriu mandados de busca e apreensão na sede da Secretaria de Saúde, e nas casas de empresários donos do laboratório. Os materiais apreendidos serão analisados em busca de provas.

As investigações apontam irregularidades na contratação de serviços e pagamentos de exames entre 2014 e 2016, quando o vereador era secretário de Saúde no município. De acordo com a polícia,  a investigação também apontou que os pagamentos foram feitos para o laboratório, mas até o momento não foram encontrados documentos que comprovem que os exames foram solicitados por médicos do município.

Por meio de nota, A Câmara Municipal de Arraial do Cabo afirmou que recebeu na manhã desta quinta-feira (22), o mandado de busca e apreensão expedido pela Vara Única do município acerca do vereador, Sppencer Cardoso (MDB). A diligência foi realizada pela Polícia Civil e teve acompanhamento do procurador da Câmara, conforme exigências da ocasião.

De acordo com a assessoria do vereador, as buscas de documentos são referentes a um processo da época em que o mesmo exerceu o cargo de Secretário de Saúde, no período de 29 de agosto de 2014 a 30 de março de 2016. Sppencer Cardoso não estava presente no momento, mas reiterou que irá se pronunciar após a conclusão das investigações.

Mais lidas da semana