Mídias Sociais

Política

Obras da ponte de Trapiche, na serra, são lembradas em debate na Câmara Municipal de Macaé

Avatar

Publicado

em

 

Equipes da Secretaria Adjunta de Interior acompanham realização das obras da ponte de Trapiche, que foi destruída durante fortes chuvas em novembro de 2018, mas deve ser restabelecida nesta sexta-feira, 22

Os esforços da Prefeitura de Macaé para a conclusão das obras na ponte do Trapiche, na região serrana, acabaram servindo como argumento durante um debate entre os vereadores Paulo Antunes (MDB) e Dr. Luiz Fernando (PTC), em sessão ordinária desta quarta-feira, 20, na Câmara Municipal.

As obras, que continuam mantendo o trânsito de veículos no local interditado durante essa semana, e que têm previsão de conclusão da próxima sexta-feira, 22, estão sendo acompanhadas pela Secretaria Adjunta de Interior, que já liberou a passagem de pedestres.

Enquanto os parlamentares discutiam sobre um projeto de lei do Executivo, aprovado nesta quarta, e que propõe a criação de um mecanismo em defesa dos usuários do serviço público, o oposicionista Dr. Luiz Fernando aproveitou para criticar a atual gestão do município, que ele chamou de “a pior nos últimos 20 anos”, o governista Paulo Antunes retrucou as críticas do colega de plenária.

“É, tem duas Macaé (SIC) sim. Uma que o Luiz Fernando só vê errado. A dele é tudo errado. A dele não tem nada certo aqui. Ele, quando passa mal, ele vai para o Rio de Janeiro, ele não vai no HPM (Hospital Público Municipal) não”, começou Paulo Antunes.

O oposicionista retrucou que não ia “graças a Deus”, fazendo um gesto característico das duas palmas das mãos juntas, ao que Paulo Antunes devolveu dizendo que o colega tinha condições financeiras para ir ao Rio, e ouviu do colega um “você também”.

“Mas eu vou aqui”, respondeu Paulo Antunes, rapidamente.

Retrucando a já batida frase de Dr. Luiz Fernando, que costuma dizer que existem duas Macaés, como se houvesse uma cidade só de problemas e outra onde os problemas são escondidos, ideia que é constantemente reproduzida nos discursos da oposição, Paulo Antunes continuou dizendo que a cidade era uma só e ainda ironizou o chavão do colega.

“Só não pode o senhor querer falar só dos erros. Será que o senhor só tem um olho, é capenga? É pirata, só tem um olho, só vê o lado que o senhor quer? Abre o outro [olho], vereador. Vê o que é bom também. Pelo amor de Deus. Só isso. Não tem nada de uma Macaé melhor, uma Macaé pior”, brincou o vereador governista, continuando, “agora, será que não tem nada certo? Olha a Educação, olha a nossa Saúde, olha a ponte de Trapiche, que está sendo feita, e que é do Estado, hem! O prefeito [Dr. Aluízio, sem partido]teve peito, presidente [Dr.] Eduardo [Cardoso, PPS]! O prefeito teve peito de mexer numa ponte estadual, que ele vai responder lá na frente, mas foi para atender a população da serra, onde o senhor passa todos os dias. Agora, Macaé é uma só, Princesinha do Atlântico, vereador Luiz”.

Segundo a prefeitura, enquanto esta etapa, que inclui a substituição de bases de ferro e a conclusão da instalação da base metálica, está sendo realizada, o tráfego está sendo desviado para a Estrada da Turma, com orientações de agentes de trânsito que estão no local.

A prefeitura lembra que a ponte de Trapiche foi parcialmente destruída pelas fortes chuvas que atingiram o município, no início novembro de 2018, mas ressalta que apesar de estar localizada em uma estrada estadual, sob a responsabilidade do Departamento de Estradas e Rodagem (DER), órgão do Governo do Estado, o governo municipal assumiu o compromisso de realizar as intervenções, tendo em vista o impacto no dia a dia da população, conforme explicou Paulo Antunes, com o restabelecimento do trânsito já no dia 20 de dezembro.

Mais lidas da semana