Mídias Sociais

Política

Terreno em Casimiro que abrigará canteiro de obras da subestação de energia elétrica da Enel recebe visita do prefeito

Avatar

Publicado

em

 

O Prefeito de Casimiro de Abreu, Paulo Dames (PSB), esteve nesta quinta-feira, 13, no terreno que começou a abrigar o canteiro de obras onde será instalada a subestação de energia elétrica da Enel, concessionária dos serviços no município e na região.

Ao lado do prefeito, estava o secretário de Obras, Habitação e Serviços Públicos, Alfredo Matheus, que, durante a visita, se encontraram com o gerente de contratos da Secretaria do Tesouro Nacional, do Ministério da Economia, Júnior Torres.

“Neste início das obras, vamos criar novas oportunidades de trabalho. Acompanharemos de perto todas as etapas. Demos um grande passo para o desenvolvimento. Com a subestação, estamos nos preparando para receber novos empreendimentos”, disse Paulo Dames.

A situação da Enel na região e em todo o Estado do Rio, porém, segue sendo tema de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), que investiga a qualidade dos serviços prestados pela empresa.

Na semana passada, assim como já havia acontecido em audiência pública realizada na Câmara de Niterói, o deputado estadual Welberth Rezende (PPS) usou sua página no Facebook para reforçar a possibilidade de rescisão contratual com a concessionária de energia elétrica que atua debaixo de inúmeras críticas também em Macaé, município pelo qual Welberth foi vereador até dezembro de 2018.

“Solicitamos que seja realizada com urgência a fiscalização na prestação do serviço, com risco de quebra de contrato de concessão, se a concessionária não tomar providências necessárias para atender com qualidade e eficiência os contribuintes que pagam uma das tarifas de energia mais caras do país”, escreveu o deputado nas redes sociais.

A postagem, publicada no último dia 7, contava de uma visita, juntamente com a deputada estadual Zeidan (PT), à Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), responsável pela fiscalização aos serviços prestados pelas concessionárias de energia em todo o país.

“Cobranças absurdas, interrupções constantes no abastecimento, ineficiência do atendimento para situações de emergência e ausência de cobertura em diversos pontos de Macaé e região”, exemplificava o deputado do PPS.

Mais lidas da semana