Mídias Sociais

Destaque

Macaé receberá R$ 150 milhões em obras executadas pelo Estado, entre elas a duplicação da Ponte da Barra

Publicado

em

 

Macaé segue em crescente recuperação econômica. Além dos mais de 8 mil empregos gerados nos primeiros nove meses de 2021, superando a capital, e da recente chegada das redes varejistas à cidade, o município vislumbra o ano de 2022 com muitas benfeitorias à população, entre elas, obras de construção, ampliação e revitalização em vários pontos do município, que irão favorecer o desenvolvimento da nova ‘Capital da Energia’, com a implantação das Termelétricas e do TEPOR.

Nesta sexta-feira (19), o prefeito Welberth Rezende (CIDADANIA), recebeu o secretário Estadual de Infraestrutura, Max Lemos, para uma cerimônia no Paço Municipal, onde foi anunciado um pacote de obras com projetos já aprovados pela Secretaria Estadual de Infraestrutura e Obras - SEINFRA.

Entre os projetos contemplados estão a duplicação da Ponte Engenheiro Ivan Mundim (Ponte da Barra); a revitalização da Avenida Rui Barbosa; retomada das obras do Colégio Carlos Walter Marinho, no Lagomar; pavimentação e drenagem da Estrada de Santa Tereza; e construção do Restaurante Popular Lagomar. De acordo com Max Lemos, todas as obras anunciadas serão iniciadas no primeiro trimestre de 2022. O deputado estadual Chico Machado (PSD) e o presidente da Câmara dos Vereadores, Cesinha (Pros) compuseram a mesa da solenidade ao lado do prefeito e do secretário, afirmando a parceria do Governo do Estado com o município de Macaé.

Max Lemos frisou que o Governo Estadual tem uma nova visão de integração com as cidades e realçou que o Rio de Janeiro está economicamente recuperado:

“Com as contas pagas e os salários em dia, independente de qualquer outro investimento, já íamos fechar esse ano ‘no azul’, o que permite os investimentos que estamos fazendo. Para aumentar a nossa capacidade de investimentos, veio a concessão do saneamento e do esgoto da Cedae, que permitiu que o Rio de Janeiro tivesse um investimento de 17 bilhões nos próximos três anos. E, é claro, com esses recursos, fruto da nova visão tributária e fiscal e mais a venda da Cedae, o que estamos fazendo agora é distribuindo esses investimentos por todas as cidades. O que o estado vai fazer em Macaé, é o maior investimento que o governo do Estado já fez na história da cidade”, explicou o secretário.

Max disse ainda que, para a duplicação da Ponte Engenheiro Ivan Mundim, o investimento será em torno de R$ 30 milhões. E que a obra de reforma da Ponte do Baião, na RJ-162, (que liga o bairro Bicuda, em Macaé, a Rio Dourado, em Casimiro de Abreu) já teve a licitação publicada pelo DER-RJ (Departamento de Estradas de Rodagem). Ressaltando que, ainda existem projetos de urbanização dos bairros Ilha Malvinas e Ilha Leocádia (que engloba saneamento, pavimentação, iluminação pública, reconstrução de uma ponte de acesso, área de lazer, além de equipamentos públicos).

O prefeito Welberth, destacou que, esse é o ‘governo do nós’. “O ‘eu’ acabou, é a parceria que faz chegar longe. Minha fala é de agradecimento. Mesmo com todas as cobranças e responsabilidade, não me sinto sozinho. E afirmo que ninguém faz nada sozinho. As obras vão contribuir para o avanço desse ciclo pujante que a cidade vive, mas é preciso melhorar, também, a vida da população que permanece em situações de muita dificuldade. É por isso que aproveito a ocasião para pedir mais três intervenções: a urbanização do bairro Piracema, finalização das obras do PAC do bairro Nova Esperança, e infraestrutura para Ilha Leocádia”, destacou o prefeito.

Cesinha, ressaltou o trabalho do governador Cláudio Castro e pontuou a época de recessão e desemprego que a cidade enfrentou. “Não só pelo investimento anunciado, mas também pelo compromisso com essa cidade, uma das mais importantes para a economia do estado do Rio… Passamos por crises que se emendaram, e, cabe a nós, parlamentares, a responsabilidade de caminhar ao lado do prefeito, para que essas obras se tornem concretas e cheguem em cada cidadão macaense. Discutimos a recuperação da economia como o fator principal de Macaé. Com isso, temos a certeza que estamos no caminho certo. O progresso está na nossa porta”, concluiu.

O secretário Adjunto de Obras, Felipe Bastos, reiterou que a parceria entre Estado e município para a realização destes projetos já havia sido discutida entre o prefeito Welberth Rezende e o governador Cláudio Castro, no dia 5 de agosto, quando o governador esteve em Macaé. “Os projetos foram muito bem aceitos e elogiados pelo Estado, que destacaram a qualidade e nível de precisão”, pontuou o secretário.

Foto: Cecília Meira.

Mais lidas da semana