Mídias Sociais

Política

Macaé inclui no seu calendário de vacinação contra o coronavírus a aplicação da 3ª dose para o 1º grupo prioritário do PNI

Publicado

em

 

Pioneira na região em medidas de prevenção ao contágio do coronavírus desde o início da pandemia, em março de 2020, assim como também em ações sociais para minimizar os impactos dessas medidas, a Prefeitura de Macaé foi a 1ª da região a anunciar a 3ª dose das vacinas na população idosa.

O anúncio da inclusão de idosos acolhidos em instituições de longa permanência no calendário de vacinação foi feito nesta terça-feira, 31 de agosto, quando a Secretaria de Saúde começou a aplicação das chamadas doses de reforço.

De acordo com a prefeitura, a estratégia segue orientação da Secretaria Estadual de Saúde e utiliza doses da vacina Pfizer, com a vacinação prosseguindo nesta quarta-feira, 1 de setembro, com atendimento específico em cada unidade de acolhimento do município.

“O objetivo da ação é reforçar a cobertura vacinal de pessoas que integram o 1º grupo prioritário, segundo o Plano Nacional de Imunização (PNI). Ao longo desta semana, e de acordo com a disponibilidade de doses, a equipe da Secretaria de Saúde atenderá idosos acolhidos nas demais instituições de longa permanência no município”, confirmou a prefeitura nesta terça.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a aplicação das doses de reforço para as pessoas acima de 70 anos será realizada a partir da 3ª semana de setembro, também seguindo previsão do governo estadual do Rio.

Já a aplicação da 1ª dose das vacinas para adolescentes com idade entre 12 e 17 anos com deficiências permanentes está prevista para começar nesta quinta-feira, 2, seguindo atualização do calendário divulgado pela Secretaria de Saúde.

De acordo com a pasta, a vacinação nesta quinta será destinada aos adolescentes desta faixa etária que tenham deficiências permanentes, Transtorno do Espectro Autista (TEC) ou Síndrome de Down, e a estratégia visa assegurar, aos pais e responsáveis, tempo para que possam preparar a documentação e acompanhar os adolescentes deste grupo prioritário aos polos de vacinação.

Na última terça-feira, 31 de agosto, o município recebeu novas remessas com 1.300 doses de vacinas distribuídas pelo PNI através do governo estadual do Rio, com vacinas direcionadas para a 1ª dose dos adolescentes que pertencem ao grupo prioritário.

Para se vacinar, os adolescentes precisam comparecer aos polos fixos de vacinação ou às unidades ESF da região serrana na presença de um dos pais ou de algum responsável, apresentando documento de identificação com foto, comprovante de residência em Macaé, CPF ou cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), além do QR Code impresso gerado no momento do pré-cadastro no site da prefeitura.

A Secretaria de Saúde lembra ainda a necessidade de apresentação de laudo ou atestado médico com nome do paciente por extenso e indicativo da deficiência por extenso e com CID (Código Internacional de Doenças), ou Cartão de Gratuidade no Transporte Público, ou documentos comprobatórios de atendimento em centros de reabilitação ou unidades especializadas no atendimento de pessoas com deficiência, ou documento oficial de identidade com a indicação da deficiência; ou qualquer outro documento que indique se tratar de pessoa com deficiência.

A pasta acrescenta ainda que os adolescentes com idade entre 12 e 17 anos com outras comorbidades será a próxima etapa do calendário, e justificou que a vacinação depende da entrega de novas remessas de doses da vacina Pfizer, conforme definição da Secretaria Estadual de Saúde e do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Rio (Cosems-RJ).

Mais lidas da semana