Mídias Sociais

Política

Macaé comemora chegada de novo empreendimento imobiliário com previsão de R$ 120 milhões

Publicado

em

 

O prefeito de Macaé, Welberth Rezende (CIDADANIA), recebeu em seu gabinete, nesta terça-feira, 22, representantes da empresa Buriti, que apresentaram um projeto imobiliário a ser instalado em uma área da Fazenda Blanchete, próxima à Linha Verde.

De acordo com a prefeitura, a previsão de investimentos da imobiliária é de 120 milhões de reais, com 530 empregos gerados, sendo 130 vagas diretas e outras 400 de forma indireta, reforçando o momento de recuperação de empregos na cidade.

Segundo dados da plataforma Retratos Regionais, da Federação das Indústrias do Estado do Rio (Firjan), com informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do governo federal, Macaé está entre as cidades do Estado com melhor saldo de vagas de trabalho geradas há 17 meses.

“Uma cidade em franco crescimento. Investimentos no setor de gás, no mercado varejista e outros grandes empreendimentos chegam a Macaé atraídos pelo ambiente de negócios que o município oferece, fruto de uma política pública focada no desenvolvimento econômico e social”, comemora o município.

Para o prefeito Welberth Rezende, que conheceu o projeto imobiliário nesta terça-feira, esses avanços na geração de empregos que a cidade vem colhendo são o resultado de um trabalho que sua gestão vem fazendo para tornar a cidade, referência nacional do setor de óleo e gás, ainda mais atrativa para novos investimentos.

“O avanço no desenvolvimento econômico é nossa prioridade. Só assim é possível ampliarmos a criação de postos de trabalho, a geração de renda e investirmos na qualidade de vida da nossa população, com mais saúde, educação e segurança pública. Macaé tem se destacado nesse cenário. A cidade é a 1ª no Estado em geração de emprego e a 11ª no país em números proporcionais”, reforçou o prefeito.

De acordo com a prefeitura, o projeto apresentado pela Buriti para a construção do empreendimento imobiliário na cidade prevê também a utilização de áreas comerciais, incluindo redes âncoras, além de lotes residenciais.

Entre as medidas apontadas pelo governo municipal para a atração de novos investimentos estão a desburocratização de processos, a proximidade entre os agentes públicos, e a atenção às necessidades do mercado.

“Todo o nosso licenciamento está avançando muito. As equipes das secretarias que atuam com licenças estão interagindo e simplificando processos, isso traz uma celeridade para o ambiente de negócios que, por sua vez, atrai os investidores”, explicou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, Rodrigo Vianna.

Para o diretor superintendente da Buriti Empreendimentos, Lúcio Cornachini, um dos fatores que pesou na escolha de Macaé para esse novo projeto foi a projeção de crescimento da cidade, entre outros.

“A projeção de crescimento da cidade está entre os fatores que pesaram na escolha por Macaé. Atuamos há 18 anos no mercado imobiliário, estando presente em 14 estados. Ficamos muito felizes em poder contribuir com a cidade ao realizar, durante nossa operação aqui, quase 100% de contratação local em insumos e mão de obra”, falou Lúcio Cornachini.

A apresentação do projeto conceitual contou ainda com a presença do secretário de Infraestrutura, Santiago Borges, do secretário adjunto de Obras, Felipe Bastos, e de representantes da Coordenadoria de Posturas, ligada à Secretaria de Fazenda, além de uma das proprietárias da Fazenda Blanchete, Simone Machado.

Mais lidas da semana