Mídias Sociais

Política

Justiça Eleitoral determina medidas visando pleito suplementar para a Prefeitura de Carapebus neste domingo, 7

Publicado

em

 

O Secretário de Segurança e Trânsito de Carapebus, Ricardo Aquino, se reuniu, no final do mês de outubro, com a juíza Kathy Byron Alves dos Santos, responsável pela Comarca de Carapebus e Quissamã, e com outros representantes do Tribunal Regional Eleitoral do Estado o Rio (TRE-RJ) para definir medida para as eleições suplementares para a prefeitura da cidade, marcada para o próximo domingo, 7.

De acordo com a prefeitura, as medidas consideram a legislação eleitoral no dia do pleito, permitindo o direito à manifestação individual e silenciosa da preferência dos eleitores pelo uso de bandeiras, broches e adesivos.

Entre as proibições, estão arregimentação de eleitores, propaganda de boca de urna, divulgação de propaganda de partidos políticos ou de seus candidatos, e distribuição de qualquer bem ou material que possam proporcionar vantagem aos eleitores.

Segundo o secretário Ricardo Aquino, as determinações da Justiça Eleitoral visam proporcionar maior segurança para os eleitores, tentando evitar ainda aglomerações em vista da pandemia do coronavírus.

A juíza também determinou que, no domingo da eleição, de 0h até às 18h, todos os estabelecimentos comerciais que sejam bares, depósitos de bebidas e similares estarão fechados, sendo proibido nesse horário o funcionamento também de qualquer comércio

O secretário Ricardo Aquino conta ainda que desde às 18h de sábado, 6, as ruas estarão fechadas nas áreas próximas aos locais de votação para facilitar o fluxo dos eleitores, permitindo maior segurança na locomoção das pessoas.

“Essas determinações são para haja uma votação segura, e as pessoas [possam] usar seu direito constitucional de eleger democraticamente os seus representantes. Nós da Secretaria de Segurança desejamos a todos os munícipes de Carapebus uma votação segura, ordeira, e em paz”, afirmou o gestor.

Mais lidas da semana