Mídias Sociais

Política

Importância de Macaé como polo energético do país é reforçada em reunião entre prefeitura e governo federal

Avatar

Publicado

em

 

O prefeito de Macaé, Welberth Rezende (CIDADANIA), se reuniu, na última sexta-feira, 21, com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e com o secretário nacional de Óleo, Gás e Biocombustíveis, José Mauro, para reforçar o potencial econômico do município.
A reunião contou com a presença do secretário Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, Rodrigo Vianna, e com os secretários adjuntos de Políticas Energéticas, Juninho Luna, e de Trabalho e Renda, Cristiano Gelinho (CIDADANIA), além do empresário Fabiano Crespo, CEO do Grupo Vale Azul, empresa responsável por diversos investimentos na cidade.
Durante o encontro, o prefeito e sua equipe reforçaram o potencial energético de Macaé, lembrando que, com 14 projetos de termelétricas, o município tem possibilidade de se tornar uma “nova Itaipu”, assumindo a liderança nacional na produção de energia.

Welberth Rezende também ressaltou a presença, na cidade, do Terminal de Cabiúnas (TECAB), e de uma nova Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN), que está sendo construída no novo Terminal Portuário de Macaé (TEPOR).
“Temos uma Unidade de Processamento de Gás que é a maior da América Latina, que é Cabiúnas, com capacidade de produzir 25 milhões de metros cúbicos (m³). Já temos um projeto de construção de uma nova Unidade, com capacidade de processar mais de 60 milhões de metros cúbicos. Isso mostra o potencial que a cidade tem de prover energia para o Brasil”, lembrou o prefeito.
Segundo o ministro Bento Albuquerque, o governo federal tem interesse em investir em Macaé, ressaltando que a cidade é o destino das principais rotas de gás do país, reforçando ainda a importância do programa nacional de revitalização dos campos maduros, que atende a uma pauta antiga do município.

“Macaé é uma das maiores beneficiadas pelo Programa de Revitalização e Incentivo à Produção de Campos Marítimos (Promar). O programa tem como foco a revitalização dos campos maduros, atraindo investimentos e milhões de dólares”, destacou o ministro.

Bento Albuquerque revelou ainda que pretende levar o próximo seminário do Promar para Macaé, que já recebe a cada 2 anos, a feira Brasil Offshore, um dos maiores eventos voltados para o mercado de óleo e gás do mundo, chegando a declarar que os investimentos federais na cidade são fundamentais para a recuperação econômica do país.
Ainda durante a reunião, o empresário Fabiano Crespo apresentou os investimentos do Grupo Vale Azul na cidade, entre elas, as construções da Usina Termoelétrica (UTE) Marlin Azul, do TEPOR, e do Complexo Logístico e Industrial de Macaé (Clima).
“Pretendemos iniciar a obra do porto no 1º trimestre de 2022, com previsão do início de operação para 2024. A prefeitura é uma parceira estratégica nesses projetos, que vão gerar milhares de empregos nos próximos anos”, acredita Fabiano Crespo.

Mais lidas da semana