Mídias Sociais

Destaque

Guardas Municipais de Cabo Frio utilizam a Tribuna na Câmara dos Vereadores

Avatar

Publicado

em

 

Categoria defendeu a aprovação da adequação da Guarda Municipal de Cabo Frio/RJ à Lei Federal nº 13.022, de 08/08/2014

Thaiany Pieroni

 

Na sessão dessa quinta-feira, 10, representantes da Guarda Municipal de Cabo Frio utilizaram a Tribuna Livre durante a sessão da Câmara dos vereadores com o intuito de defender a adequação do município à Lei Federal nº 13.022, de 08/08/2014, que dispõe sobre o Estatuto Geral das Guardas Municipais.

Durante sua explanação a Guarda Municipal Daniele Rabello, reforçou a importância da lei para o município, para os munícipes e para os Guardas Municipais. Ao dar uma explicação técnica sobre o contexto da normatização, Daniele enfatizou que essa mudança é um grande passo na melhoria da segurança pública de Cabo Frio. A Guarda Municipal, que está presidente da Associação dos Guardas, ainda explicou que com a adequação será mais fácil viabilizar recursos para a capacitação dos agentes, que terão maior habilidade de trabalhar de forma correta para a defesa da sociedade, além de verbas para melhor a estrutura de trabalho da categoria.

Em seguida, a tribuna foi usada pelo Guarda Adison, que além de destacar a importância da adequação da lei, entrou em um dos pontos mais delicados desse projeto, que é a liberação do armamento para os guardas. Segundo ele, essa é uma questão que precisa ser desmitificada e que para isso é necessário que as pessoas entendam melhor a normatização de forma geral.

Após a Tribuna Livre, o presidente da Casa, Aquiles Barreto, mais uma vez enfatizou que tentará dar celeridade ao projeto, que está na Comissão de Redação Final e que acredita que na próxima semana, o mesmo seguirá para votação final dos vereadores. Após a aprovação da Casa, o projeto será encaminhado para o Executivo que terá 15 dias para sancionar.

O vereador Vanderlei Bento, autor do projeto, aproveitou a ocasião para reforçar seu objetivo ao entrar com o pedido, que é garantir uma vontade dos guardas e da população. “Se o prefeito nos der uma resposta contrária a esse projeto, vamos ter cerca que a voz popular não tem o apelo necessário, assim como da Guarda Municipal, que é sempre tão falada em época de campanha eleitoral”, finalizou o vereador líder da bancada de oposição.

O assunto foi concluído com a fala de Guilherme Moreira, que contou que esteve com o Prefeito na última semana e que o mesmo se mostrou favorável a idéia.

“O prefeito já teve o entendimento que essa não é uma lei de oposição ou de Governo, mas dos GMs. E que a questão do armamento não é o ponto principal do projeto”, garantiu o vereador, que destacou ainda que em breve colocará novos projetos para votação na Câmara para melhorar a estrutura da Guarda, assim como uma ouvidoria própria para o setor.

 

Mais lidas da semana