Mídias Sociais

Política

Frente Feminista de Búzios organiza roda de conversa “Se Búzios Fosse Feminista” neste sábado, 25

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

Neste sábado, 25, acontece em Búzios uma roda de conversa com o tema: “Se Búzios Fosse Feminista”. O encontro está programado para às 10h, na Praça da Ferradura, e será aberto a todos que quiserem participar.

De acordo com a Frente Feminista do Município, que está organizando a atividade, a ideia é pensar e propor ideias para formar uma cidade, onde respeitem e valorizem as mulheres, com políticas públicas que também sejam voltadas para elas.

Durante a roda de conversa serão abordados temas como Violência Doméstica e lei Maria da Penha, Relato de Parto – Violência obstétrica, Educação Sexual na Escola e Gravidez na adolescência (questionamentos sobre a PL do Escola sem Partido em BZ), entre outros temas, que fazem parte da realidade buziana.

“E se Búzios fosse feminista? E se nós pudéssemos opinar e decidir sobre os rumos da cidade de Búzios? Se fossemos ouvidas e não tomassem decisões sobre os nossos corpos sem nos consultar? Esse é o questionamento que o evento quer trazer para a cidade”, de acordo com a organização do evento.

 

 Sobre a Frente Feminista -  A Frente Feminista de Búzios, nasceu de uma ação do setorial de mulheres do Psol após a moção de repúdio da Câmara Municipal de Armação dos Búzios ao STF, em relação ao debate sobre descriminalização do aborto. Assinaram a carta manifesto a Setorial de Mulheres do PSOL-Região dos Lagos, Marcha Mundial das Mulheres, Coletivo da DS do Partido dos Trabalhadores, o Movimento de Mulheres da Região dos Lagos, o Movimento de Mulheres Olga Benário, e Mulheres Pela Segurança de Búzios, AMBrio.

Mulheres de diferentes posições políticas e religiosas, se uniram ao grupo, para defender o direito de decidir sobre seu corpo. A partir desse movimento, surgiu a necessidade em criar um grupo forte e atuante, que debata todos os problemas e necessidades da mulher buziana.

 


 

Mais lidas do mês