Mídias Sociais

Política

Ex-prefeito do Rio, Eduardo Paes, confirma Marcelo Delaroli como vice em chapa que concorrerá ao Governo do Rio

Avatar

Publicado

em

 

À esquerda, Marcelo Delaroli (PR) teve seu nome confirmado como vice de Eduardo Paes (DEM) na disputa pelo governo estadual

O fim de semana serviu para confirmar a chapa do ex-prefeito do Rio, Eduardo Paes (DEM), para concorrer ao Governo do Estado do Rio, nas eleições marcadas para outubro deste ano.

Seu vice na chapa será o deputado federal Marcelo Delaroli (PR), que foi policial militar e que tem forte atuação na área de segurança pública, sinalizando uma preocupação da chapa em demonstrar atenção para esta área.

Segundo a jornalista Berenice Seara publicou em sua coluna no jornal Extra, do Rio, a aliança entre os partidos também trouxe como novidade, a confirmação de o também ex-prefeito do Rio, César Maia (DEM), será candidato ao Senado, mesmo depois das várias recusas anteriores.

Ainda de acordo com a colunista, a decisão deve ajudar a candidatura a aguentar a pressão de aliados. O acordo estaria sendo costurado pelo próprio presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-RJ) juntamente com o presidente estadual do PR, Altineu Côrtes, que indicou Delaroli.

Delaroli chegou a lançar sua candidatura a governador, apostando na aliança com o PSL do também deputado federal, Jair Bolsonaro, que também se confirmou neste final de semana no cenário nacional.

Berenice lembra ainda que, curiosamente, a base eleitoral de Delaroli é a cidade de Maricá, cidade litorânea da Região Metropolitana do Rio à qual, em conversa gravada com o ex-presidente Lula (PT), Eduardo Paes chamou de “merda de lugar”.

Mais novidades – Outra chapa confirmada neste final de semana foi a encabeçada pelo deputado estadual Índio da Costa (PSD), que também escolheu como vice um nome ligado à área da segurança pública.

A vaga ficou com o deputado estadual Zaqueu Teixeira (PSD), ex-delegado e chefe da Polícia Civil no governo Benedita da Silva (PT), demonstrando que a segurança pública é mesmo o mote da eleição para Governador do Rio.

“Zaqueu prendeu Elias Maluco sem dar um tiro e simboliza a segurança com inteligência, que é tudo o que prego na minha campanha. Mas não é só isso. Ele é da Baixada, é evangélico, concorreu contra o MDB na sua cidade. Estou muito feliz de ter fechado com ele”, disse Índio à coluna Extra, Extra.

Mais lidas da semana