Mídias Sociais


Política

Encontro da Firjan NF em Campos marca entrega de documento para desenvolvimento regional

Publicado

em

 

O prefeito de Campos dos Goytacazes, Wladimir Garotinho (PSD), participou, nesta quinta-feira, 4 de agosto, no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Rio Norte Fluminense (Firjan NF), do lançamento da Feira de Oportunidades.

O evento contou com a presença do presidente da regional, Francisco Roberto de Siqueira, que entregou ao prefeito de Campos o caderno “Agendas regionais com os municípios: Norte Fluminense 2021-2024”.

De acordo com a Firjan, o estudo, elaborado pelo corpo técnico e de empresários conselheiros da entidade, reúne os principais gargalos econômicos e as respectivas soluções em prol do desenvolvimento regional.

“Esta agenda reúne 8 grandes temas de fundamental importância para o desenvolvimento econômico e social de Campos. Já fizemos a mesma entrega a outras cidades da região, pois acreditamos que apenas projetos integrados serão capazes de elevar o patamar que a nossa região merece”, destacou o Francisco Roberto de Siqueira.

O caderno já foi entregue pessoalmente aos prefeitos de Cardoso Moreira, Geane (PSD); de São João da Barra, Carla Machado (PP); de Macaé, Welberth Rezende (CIDADANIA); e de Quissamã, Fátima Pacheco (PSD).

Dividido em temas como logística e mobilidade urbana, infraestrutura de energia e gás natural, o estudo para Campos reúne 31 propostas, entre elas, o barramento do Rio Paraíba do Sul e a construção de reservatórios e cisternas para aumentar o volume de água destinada ao uso industrial; incentivos aos polos de inovação para atrair novas indústrias; intensificação da interlocução junto aos governos estadual e federal por melhorias na BR-101 e da BR-356; entre outros.

A Firjan lembra que a Região Norte Fluminense é a 6ª maior região do Estado, representando 5,6% da população estadual total, com um Produto Interno Bruto (PIB) de 60,3 bilhões de reais em 2018, o que corresponde a 7,9% do valor estadual, sendo a 4ª maior economia do Estado.

A Federação também ressalta que Indústria foi responsável pela maior parte desse valor, com 26,4 bilhões de reais, seguido pelo setor de Serviços, com 21,2 bilhões de reais da produção regional, lembrando que Campos é a maior economia da região, concentrando 53,6% do PIB do Norte Fluminense.

“Com relação ao desenvolvimento socioeconômico, segundo o Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM), todos os 9 municípios da Região Norte Fluminense registraram desenvolvimento moderado em 2016. Apesar disso, a nota média da região (0,6788) foi inferior à média do estado (0,6939), com grau moderado de desenvolvimento em 2016. Segundo a Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), em 2019, o Norte Fluminense possuía 15,2 mil estabelecimentos, que geravam 243,1 mil empregos formais – é a 5ª maior região do Estado em número de empresas e empregados formais”, completou a Firjan.

Mais lidas da semana