Mídias Sociais

Política

Em Tamoios, distrito de Cabo Frio, diversas irregularidades foram flagradas durante a eleição

Avatar

Publicado

em

 

No último domingo, 02, 133.908 eleitores de Cabo Frio foram às urnas votar nos candidatos que administrarão o município nos próximos quatro anos. Mas, como em toda a eleição, houve muita confusão.

No total seis pessoas foram presas durante as eleições, sendo cinco por “Boca de Urna” e uma por desacato a autoridade. Todos foram liberados após todo o procedimento burocrático e agora responderão a processo criminal eleitoral.

Mas, se a fiscalização fosse maior, o número de presos com certeza também seria muito maior que esse. Em todas as sessões foi possível observar dezenas de pessoas fazendo a famosa “boca de urna” sem nenhuma discrição. Alguns chegavam a gritar como numa verdadeira “feira ao ar livre”. Teve candidato que passou o dia todo na porta da sessão, só espalhando santinho. Há quem diga que mesmo com a crise, ainda rolou algumas compras de voto.

Isso sem falar na falta da Guarda Municipal fez. Na porta das sessões, carros se aglomeravam, estacionavam em locais impróprios, o que causou a maior confusão no trânsito. Ainda teve muitos veículos adesivados estacionados nas proximidades dos pontos de votação, o que era proibido. Esses problemas foram percebidos durante todo o dia, mas nenhum carro da Guarda Municipal foi visto para solucionar esses casos, que são da competência dos mesmos.

Ainda falando da bagunça causada pelas eleições, como se não bastasse a grande quantidade de lixo aglomerado pelo distrito, por conta da deficiência na coleta do lixo por toda a cidade. Diversos candidatos espalharam seus ‘santinhos’ pelas ruas de Tamoios. Os papeis se juntavam com o lixo e se espalhavam com a chuva, deixando a cidade com um aspecto mais sujo do que o habitual. Além das campanhas a favor de determinados candidatos, também foram espalhados diversos folhetos contra Marquinho Mendes. Esse tipo de ação é extremamente condenável por polui o meio ambiente e causa grandes transtornos, principalmente, em um dia de chuva e numa cidade que sofre com a falta de limpeza.

 

Mais lidas da semana