Mídias Sociais

Destaque

Em convenção do PDT, Riverton Mussi lança candidatura de Chico Machado a Prefeitura de Macaé.

 

Nome do vice que comporá a chapa com o vereador ainda não foi anunciado pela coligação que reúne 13 partidos

Avatar

Publicado

em

 

Tunan Teixeira

Com mais de uma hora de atraso, o PDT realizou sua convenção partidária na tarde deste sábado, 23 de julho, para lançar oficialmente a candidatura do vereador Chico Machado à Prefeitura de Macaé.
Marcada por contradições nos discursos, a convenção reuniu filiados de PDT, PHS, PEN, PRTB, PRB, PTdoB, PSL, PP, PSC, PTC, SD e DEM, e contou com a presença do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, do Deputado Federal Brizola Neto, do ex-prefeito Riverton Mussi e dos vereadores Lúcio Mauro (PDT), Renata Paes (PSC) e Maxwell Vaz (SD), além de outras lideranças partidárias da cidade e da região.
Apesar de se dizer muito amigo do ex-prefeito Carlos Emir, primeiro prefeito eleito pelo PDT na cidade, Lupi pareceu desconhecer a história recente de Macaé ao dizer que era um absurdo uma cidade tão rica ainda ter bairros sem água e esgoto.
“O rio corre para o mar e você (Riverton) só podia acabar no PDT. Está aqui o neto do Brizola, que sempre teve uma história com Macaé, para ratificar isso. Tenho muitas lembranças do meu companheiro Carlos Emir, que foi o primeiro prefeito de Macaé pelo PDT. E foi prefeito em uma época que a cidade não tinha os royalties, não tinha essa riqueza toda. É um absurdo que com toda essa receita do petróleo, ainda tenha gente na rua sem água e sem esgoto. Que Chico possa pegar tudo de bom que Carlos Emir fez e faça ainda melhor”, discursou o presidente nacional do PDT, que não deve saber que até 2013, o município possuía menos de 10% de sua água e esgoto tratados mesmo depois de 8 anos de governo do seu agora companheiro de partido, Riverton Mussi, que dirigiu a cidade de 2005 a 2012 e atualmente conta com quase 60%
O ex-prefeito, que está inelegível pela Justiça, preferiu não levantar polêmicas, brincou com o peso de Chico Machado, disse que o vice de Chico ainda não foi escolhido e foi cauteloso em seu discurso, dizendo que a este é apenas o início da campanha, mas que espera a vitória nas urnas e acredita poder eleger uma grande bancada no Legislativo.
O vereador e agora, oficialmente, candidato a prefeito, contou um pouco de sua história política, que começou, segundo ele, quando frequentava a Câmara aos 9 anos de idade, e falou sobre a importância da família em sua carreira pública.
Como proposta, porém, Chico falou apenas que, se eleito, implantará em toda rede municipal uma educação em período integral, atendendo ao pedido do presidente nacional do partido, Carlos Lupi.
“Vamos fazer da educação do município uma educação em tempo integral e vamos procurar projetos para a construção de escolas com baixo custo, porque precisamos investir nas nossas crianças, para que, no futuro, a gente não precise investir em presídios”, disse o vereador, antes de agradecer a presença e o apoio de todos.

Mais lidas da semana