Mídias Sociais

Política

Com flexibilização avançando, Prefeitura de Campos dos Goytacazes tem trabalho para conter aglomerações na cidade

Avatar

Publicado

em

 

Cidade com maior número de mortos e o 2º maior no número de casos confirmados de coronavírus na região do entorno da Bacia de Campos, o município de Campos dos Goytacazes vem se esforçando para conseguir fiscalizar o cumprimento das flexibilizadas medidas de isolamento social e restrição de circulação em prevenção à pandemia.

Segundo boletim divulgado pela prefeitura nesta quarta-feira, 5, Campos registra 3.253 casos confirmados do vírus e 220 mortes, e apesar disso, entrou na fase amarela, liberando  o retorno de diversas atividades comerciais.

No número de casos confirmados do coronavírus na região, Campos só está atrás de Macaé, que, também segundo boletim divulgado na mesma quarta-feira, já registrava 6.210 casos confirmados, com 119 mortes provocados pelo vírus.

No entanto, os órgãos municipais de fiscalização de Campos vêm tendo trabalho para coibir aglomerações da população, que já começam a aumentar na cidade, conforme avaliou o secretário de Segurança Pública de Campos, Darcileu Amaral.

“Tivemos um aumento, de junho para cá, de festas, bailes clandestinos, badernas com motos, carros com som alto juntando pessoas, jogos de futebol. Chegamos a receber denúncias de 3, 4 festas, com muita gente, no mesmo dia, em diferentes áreas do município. Quando é baile em comunidade, normalmente a PM (Polícia Militar) é que desfaz, mas percebemos que as pessoas não estão cumprindo as medidas de prevenção ao coronavírus. Tivemos um sábado, por exemplo, em que fomos acionados para uma festa de aniversário com show ao vivo, em uma casa na RJ-158 (Rodovia Campos-São Fidélis). Fomos com a PM, porque havia umas 500 pessoas, todo mundo sem máscara. Nesse dia, interrompemos um torneio de passarinhos em Serrinha, que reuniu muita gente e, na mesma noite, paramos um baile em Morro do Coco”, revelou o secretário em reportagem do portal Folha1.

A prefeitura ainda tenta conscientizar a população sobre a importância das medidas, mas conforme avança na flexibilização e na liberação do retorno das atividades comerciais, as ações de fiscalização entram mais pontos de aglomerações na cidade.

As ações de fiscalização estão sendo realizadas por uma Força-Tarefa Municipal de Combate ao Coronavírus, com apoio da Polícia Militar, e os dados mostram que tais restrições vêm sendo desrespeitadas, com a realização de eventos clandestinos.

Ainda de acordo com a reportagem do portal Folha1, no último final de semana, foram fechados 2 quiosques e 1 bar que estavam com atendimento presencial e aglomeração, além da emissão de mais de 90 notificações.

Entre as operações, o site destaca a apreensão de mais de 50 motocicletas no Parque Santa, em Guarus, onde, pelo 2º domingo consecutivo, foi promovido um festival de pipas, uma ação da PM para acabar com aglomerações na área central, na Avenida Nossa Senhora do Carmo com a Avenida Vinte e Oito de Março, onde dezenas de homens foram flagrados com motos, descumprindo as normas de trânsito.

“Não sei se as pessoas não acreditam na doença, não conhecem os riscos ou, simplesmente, não se importam. Mas a população está denunciando e nós vamos agir para atender todas as demandas. Pedimos é que as pessoas tenham consciência, porque o freio da pandemia não está no aumento de atendimento na saúde, de leitos nos hospitais, mas em nossa atitude. A pandemia vai passar, vão ter outros bailes, festas de aniversário, encontros; não, talvez, para os que arriscam a própria saúde e a de seus familiares”, alertou o secretário de Segurança Pública de Campos ao Folha1.

Mais lidas da semana