Mídias Sociais

Política

Com 5 votos favoráveis de deputados da região, Alerj aprova contas de Pezão de 2018 em votação apertada

Avatar

Publicado

em

 

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou, na última semana, as contas do governador Pezão (MDB), preso por corrupção desde novembro de 2018, referentes ao mesmo ano, último de seu mandato à frente do Governo do Rio.

Com votos dos deputados estaduais de Campos dos Goytacazes, Rodrigo Bacellar (SOLIDARIEDADE), Gil Vianna (PSL), Bruno Dauaire (PSC) e João Peixoto (DC), e de Saquarema, Franciane Motta (MDB), o parlamento decidiu pela aprovação das contas ao derrubar o parecer prévio contrário do Tribunal de Contas do Estado do Rio (TCE-RJ) por 34 votos a 30, e uma abstenção.

Os deputados de Macaé, Chico Machado (PSD) e Welberth Rezende (CIDADANIA), e de Cabo Frio, Subtenente Bernardo (PROS) e Dr. Serginho (PSL), votaram pela reprovação das contas de Pezão, assim como parte do PSL, que deixou a base do governo Wilson Witzel (PSC) depois de desavenças com o presidente estadual do partido no Rio, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).

De acordo com a colunista Berenice Seara, do Jornal Extra, do Rio, a aprovação contou com a articulação do Governo do Rio, já que o Estado continua em crise e, em seu 1º ano de mandato, Witzel deve apresentar problemas semelhantes nas suas contas.

Para o governo, a aprovação das contas de Pezão abre um precedente para que as contas do atual governador também sejam aprovadas, mesmo em caso de parecer prévio contrário do TCE-RJ nas contas deste ano.

Ainda segundo a jornalista escreveu em sua coluna Extra, Extra, na semana passada, o governo teria trabalhado voto a voto, e mesmo perdendo votos, conseguiu a aprovação com o placar apertado e a ajuda de parlamentares de PSL (3 votos), SOLIDARIEDADE (4), PT (2), PL (1), PSC (3), AVANTE (1), REPUBLICANOS (3), DEM (1), MDB (5), PP (1), DC (2), PSD (1), PRTB (1), PODE (2), PATRIOTA (2), e PDT (2).

Mais lidas da semana