Mídias Sociais

Política

Campos dos Goytacazes volta à fase laranja depois de semana em que ocupação total de leitos quase chegou ao seu limite

Avatar

Publicado

em

 

Em entrevista coletiva concedida no fim da manhã desta segunda-feira, 18, o vice-prefeito de Campos dos Goytacazes, Frederico Paes (MDB), anunciou o retorno do município para a fase laranja em razão do aumento de casos do coronavírus desde o fim do ano passado.

“Basicamente é uma situação crítica em que o nosso município se encontra, onde nós precisamos tomar medidas mais restritivas, sempre pensando na vida das pessoas, na saúde da nossa população, uma vez que nós estamos tendo um reflexo grande das festas de final de ano, nas aglomerações de final de ano”, comentou.

O vice-prefeito justificou a ausência do prefeito, Wladimir Garotinho (PSD), à coletiva, explicando que o chefe do Executivo se reuniria na tarde desta segunda-feira com o governador em exercício do Rio, o vice-governador Cláudio Castro (PSC), para tratar das vacinas contra o vírus que serão distribuídas aos municípios pelo governo estadual.

Além do vice-prefeito de Campos, estavam presentes à coletiva ainda o subsecretário de Atenção Básica, Charbell Kury, e a chefe de Vigilância Sanitária, Vera Cardoso de Melo, que falaram sobre a situação da pandemia na cidade.

Eles explicaram que o funcionamento de bares, restaurantes de similares voltará a ser suspenso no município por, pelo menos, uma semana, sendo permitidos atendimentos apenas através dos serviços de entrega em domicílio.

A medida de restrição do funcionamento das atividades também valerá para as academias de ginásticas, eventos em templos religiosos, salões de beleza e barbearias, e também para o uso de praças públicas, entre outras.

Segundo o governo municipal, as medidas restritivas têm como principal objetivo tentar frear a transmissão viral do coronavírus no município e, consequentemente, tentar diminuir a pressão sobre o sistema de saúde, tanto da rede pública quanto a rede privada.

“Nós tivemos aumento considerável da ocupação das enfermarias. Na semana passada nós tivemos uma alta de quase ocupação total das nossas UTIs (Unidades de Tratamento Intensivo). Nós tivemos que montar, de forma emergencial, 10 leitos de UTI”, revelou Frederico Paes.

O vice-prefeito de Campos revelou ainda que a ação emergencial só foi possível graças a um contato feito pelo prefeito Wladimir Garotinho com a Prefeitura de Duque de Caxias, que, em menos de 12 horas, conseguiu os 10 leitos para a situação de emergência no município.

De acordo com a prefeitura, as medidas restritivas com suspensão das atividades serão discriminadas em decreto municipal publicado nesta segunda-feira, e que entrará em vigor nesta terça-feira, 19. As medidas serão fiscalizadas pelo Departamento de Fiscalização da Secretaria de Vigilância Sanitária e pela Secretaria de Posturas, e os estabelecimentos que desrespeitarem a determinação poderão ser interditados.

Conforme o último boletim informativo sobre a situação da pandemia em Campos dos Goytacazes, no último sábado, 16, a cidade registrava 16.444 casos confirmados do coronavírus e 586 mortes provocadas pela doença desde o início da pandemia, em março de 2020.

Mais lidas da semana