Mídias Sociais

Política

Campos dos Goytacazes se torna a 6ª cidade da região a revogar obrigação do uso de máscaras

Publicado

em

 

Já está desobrigado o uso de máscaras em locais abertos e fechados, públicos e privados, na cidade de Campos dos Goytacazes, seguindo medidas semelhantes em cidades da região, como Armação dos Búzios, Macaé, Iguaba Grande, Quissamã, Carapebus, e São Pedro da Aldeia.

Dessas cidades, apenas Macaé mantém a obrigatoriedade o uso de máscaras em locais fechados, enquanto as outras, incluindo Campos, obrigam ou recomendam o uso do material de proteção ao contágio do coronavírus em locais considerados de risco, como unidades de saúde.

Em Campos, a medida foi oficializada pelo prefeito Wladimir Garotinho (PSD) durante uma solenidade que aconteceu na manhã desta segunda-feira, 21, na sede do Centro Administrativo José Alves de Azevedo (CAJA).

Segundo a Prefeitura de Campos a decisão é válida para espaços abertos e fechados, públicos e privados, com exceção das unidades de saúde e hospitais, e, no anúncio, o prefeito fez questão de lembrar as perdas durante esses pouco mais de 2 anos de pandemia.

“Com certeza aqui nessa sala não tem ninguém que não tenha uma história para contar de alguém próximo ou conhecido que, infelizmente, perdeu a vida para a Covid-19 (sigla, em inglês, para Coronavirus Disease 2019). Lembro momentos de desespero das nossas equipes e, também, dos hospitais contratualizados, de não ter leito, de não ter remédio, de não ter respirador, e a gente sem saber o que fazer. Quando a gente tomava medida dura e considerada impopular, eu dizia para equipe da saúde: o risco é meu. Façam o que tem que ser feito e o risco é meu. Eu nunca disse a vocês para não fazer alguma coisa que tinha que ser feita em prol da vida. Nunca deixei de fazer e hoje conseguimos chegar a esse momento de liberar o uso de máscara”, disse o prefeito na solenidade, ao lado vice-prefeito, Frederico Paes (MDB), e do secretário de Saúde, Paulo Hirano.

Na ocasião, Wladimir Garotinho ressaltou que a desobrigação do uso de máscara foi possível graças à redução dos indicadores atuais no município, entre os quais estão a queda no número de casos positivos (abaixo de 5%), a ocupação de leito de Unidade Terapia Intensiva (UTI) e Clínica Médica (10,26% e 536%), além do número de óbitos.

“É uma redução para que, muito em breve, deixe de ser pandemia e passe a ser endemia. Que a gente possa tratá-la como mais uma endemia e que a gente possa ter de volta a nossa liberdade que foi duramente arrancada de nós nesses 2 últimos anos”, avaliou o prefeito, que parabenizou toda equipe da Saúde do município.

De acordo com a prefeitura, a nova medida fica em vigor até o dia 12 de abril, quando está prevista uma nova reunião do Gabinete de Crise e Combate à Covid-19, para discutir informações e novas ações a serem implementadas.

Na região a 1ª cidade a revogar a obrigatoriedade do uso de máscaras foi São Pedro da Aldeia, no último dia 3, seguida de Quissamã, no dia 4, de Iguaba Grande, no dia 7, de Armação dos Búzios, no dia 8, de Cararpebus, no dia 10, e de Macaé, no dia 16.

Das cidades da região que ainda mantém a obrigatoriedade do uso de máscaras como medida de prevenção ao contágio do coronavírus, apenas o prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio, se manifestou sobre a situação, no início deste mês de março.

“Alguns municípios do Estado do Rio estão liberando o uso de máscaras. Em Cabo Frio, ainda não chegou a hora dessa liberação. A taxa de vacinação contra a Covid-19 ainda está muito baixa para um afrouxamento das regras”, disse o prefeito, argumentando que “apenas 60% da população recebeu duas doses da vacina, e somente 17% recebeu a dose de reforço (3ª dose). Mais de 57 mil pessoas ainda não tomaram nem mesmo a 1ª dose da vacina em Cabo Frio”, e completando que, “precisamos melhorar esses números. Por isso, o uso de máscaras de proteção está mantido, até que seja alcançada uma cobertura vacinal ampla, com números mais seguros. Proteja-se e proteja a sua família. Cabo Frio segue firme contra o coronavírus”.

O uso obrigatório de máscaras continua em outras cidades da região, como Rio das Ostras, Casimiro de Abreu e São João da Barra, e, em todas elas, mesmo as que revogaram a obrigação das máscaras, a vacinação contra o coronavírus segue com aplicações da 1ª, da 2ª e da 3ª dose para todas as idades, a partir dos 5 anos, seguindo as especificidades de cada calendário municipal de imunização.

Mais lidas da semana