Mídias Sociais

Política

Após audiência pública, Prefeitura de Rio das Ostras prepara candidatura para rede da Unesco

Avatar

Publicado

em

 

Como apoio popular depois de audiência pública realizada no Teatro Popular para anunciar a candidatura da cidade para a Rede de Cidades Criativas da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), o município de Rio das Ostras continua se preparando para a disputa.

Segundo a prefeitura, o próximo passo são os “worlds cafés”, metodologia de trabalho na qual os participantes circulam por diferentes grupos temáticos compartilhando ideias, que acontecerão nesta terça-feira, 30, às 15h e à 19h, na Biblioteca Pública.

Assim como na audiência, que reuniu moradores, artistas de diferentes segmentos, produtores culturais e representantes da prefeitura, as rodadas de conversa também devem ser integradas por um público eclético.

O governo municipal acredita que a partir do diálogo e das trocas em grupo, Rio das Ostras vai construir as propostas para sua candidatura à vaga de Rede de Cidades Criativas da Unesco na área temática da música.

“Algumas pessoas de Rio das Ostras tiveram um sonho, realizado há 27 anos, a emancipação da Cidade. O tempo passou, mas os sonhos não param. Nosso sonho agora é com uma cidade sustentável por meio da indústria criativa da música. Estamos reunidos hoje aqui para começarmos a concretizar mais esse sonho coletivo”, anunciou a presidente da Fundação Rio das Ostras de Cultura (FROC), Cristiane Régis, na abertura da audiência pública.

Durante a audiência pública, que aconteceu na noite da última sexta-feira, 26, a plateia recebeu mais informações sobre a Rede de Cidades Criativas da Unesco e pôde conhecer a logomarca criada para a candidatura de Rio das Ostras.

Além disso, acompanhou a caminhada do município para concorrer ao selo internacional, que começou com a participação e a seleção no edital do extinto Ministério da Cultura para receber apoio técnico à candidatura.

A consultora técnica da Unesco e Secretaria Especial de Cultura do Ministério da Cidadania, Débora Borburema, designada para Rio das Ostras com a conquista do edital, participou da audiência pública e falou sobre a Rede de Cidades Criativas.

Juntamente com a presidente da FROC estiveram presentes também os secretários de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Aurora Siqueira; e de Gestão Pública, Mário Baião; o coordenador do Curso de Produção Cultural da Universidade Federal Fluminense (UFF) de Rio das Ostras, Áureo Guilherme Mendonça, assim como artistas, conselheiros municipais de cultura, representantes do segundo setor e moradores interessados no tema.

Ao preparar sua candidatura à Rede de Cidades Criativas da Unesco, Rio das Ostras terá até 30 de junho para confirmar sua presença na disputa que reúne municípios de todo o mundo, entre eles 180 cidades de 72 países que já fazem parte dessa Rede Internacional, sendo 8 delas do Brasil, Belém, no Pará; Florianópolis, em Santa Catarina; e Paraty, no Rio de Janeiro, no campo da Gastronomia; Brasília, no Distrito Federal; e Curitiba, no Paraná, no Design; João Pessoa, na Paraíba, em Artesanato e Artes Folclóricas; Salvador, na Bahia, na Música; e Santos, em São Paulo, na área do Cinema.

Mais lidas da semana