Mídias Sociais

Política

Aeroporto de Macaé recebe certificado da ANAC por ações de desenvolvimento sustentável

Avatar

Publicado

em

 

Responsável pela operação do Aeroporto de Macaé, a empresa Aeroportos do Sudeste do Brasil (ASeB) anunciou nesta segunda-feira, 18, que recebeu a certificação de “Aeródromo Sustentável”, que reconhece os aeroportos comprometidos com o desenvolvimento sustentável do setor aéreo nacional.

A certificação é concedida desde o final de 2019 pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), e contempla também o Aeroporto de Vitória, no Espírito Santo, que também é operado pela ASeB.

De acordo com a empresa do grupo suíço Zurich Airport, para receber os certificados, os aeroportos cumpriram diversos requisitos e comprovaram iniciativas proativas ligadas à sustentabilidade das operações aéreas.

“A ASeB tem como visão atingir os melhores padrões ambientais nas suas operações, por isso, desde o início, conta com uma equipe focada na criação e implantação dos programas ambientais. O programa de sustentabilidade ambiental é o programa que norteia e consolida todas as ações ambientais, bem como das demais atribuições e atividades de várias outras áreas operacionais dos aeroportos, geradoras de aspectos ambientais, com possíveis impactos negativos ao meio ambiente”, explicou a empresa.

Para o CEO da ASeB, Matthias Poeter, a certificação da ANAC reforça o sucesso do 1º ano de gestão da empresa nos 2 aeroportos brasileiros da Região Sudeste, com diversos projetos sociais para atender as comunidades dos entornos dos aeroportos.

“Estamos contentes que no 1º ano de gestão, conseguimos executar projetos de cunho social e ambiental nos nossos aeroportos e na comunidade do entorno, reforçando nosso compromisso com nosso público, de um trabalho sério e sustentável. Essa certificação mostra que estamos no caminho certo”, comentou o CEO da ASeB.

Ainda de acordo com a empresa, nesta 1ª edição do prêmio da ANAC, os participantes poderiam alcançar 3 níveis, inicial, intermediário e avançado, o que foi conseguido pelo Aeroporto de Vitória, que conquistou o nível intermediário, e pelo Aeroporto de Macaé, que foi classificado com o nível inicial.

“Nosso objetivo para o próximo ano é a melhoria contínua de todos os programas, para atingirmos o nível avançado de maturidade ambiental”, concluiu Matthias Poeter.

Mais lidas da semana