Mídias Sociais

Política

Administração da Câmara de Macaé é elogiada por presidente regional do PDT em visita à cidade

Avatar

Publicado

em

 

Entre o presidente da Câmara de Macaé, Dr. Eduardo Cardoso (PPS) e seu filho, o Secretário de Cultura, Thales Coutinho, presidente regional do PDT, Caio Vianna (único de paletó), visitou o Legislativo macaense na companhia do vereador Alan Mansur (PRB) e do deputado estadual Welberth Rezende (PPS)

A gestão do presidente da Câmara Municipal de Macaé, Dr. Eduardo Cardoso (PPS), que economizou cerca de 40 milhões de reais dos recursos recebidos do Executivo para o Legislativo nos últimos 4 anos, foi elogiada pelo presidente regional do PDT, Caio Vianna, em visita ao Legislativo macaense.

A devolução dos recursos ao Executivo, promovidos pelo presidente Dr. Eduardo, foi motivo de críticas à presidência da Câmara de Campos dos Goytacazes, gerida até o início desse ano pelo agora Secretário de Desenvolvimento Humano e Social e vereador licenciado, Marcão Gomes (PR).

“O presidente da Casa, Eduardo Cardoso, vem tendo uma administração exemplar, eficiente, na qual ele já economizou 40 milhões de reais ao longo de 4 ano. Isso mesmo. Do repasse que o Executivo faz para o Legislativo, o presidente da Casa economizou em torno de 10 milhões de reais por ano ao longo dos últimos 4 anos, totalizando cerca de 40 milhões de reais. Uma administração eficiente, exemplar. Parabéns presidente Eduardo Cardoso, parabéns pela administração correta, eficiente, que seu povo merece. A gente campista, infelizmente, tem que conviver com uma administração desastrosa, do último presidente da Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes, o ex-presidente Marcão Gomes, que entregou a Câmara no vermelho. Uma vergonha!”, disparou Caio Vianna, em vídeo postado em sua conta no Instagram.

Em sua visita ao Legislativo macaense, além do próprio presidente da Casa e de seu filho, o Secretário de Cultura, Thales Coutinho, o político campista foi acompanhado também pelos vereadores Julinho do Aeroporto (MDB), Dr. Luiz Fernando (PTC), Alan Mansur (PRB), pelo deputado estadual e ex-vereador de Macaé, Welberth Rezende (PPS), e pelo Secretário de Educação e vereador licenciado, Guto Garcia (MDB).

Eleito nas eleições de 2016, Marcão deixou a presidência da Câmara de Campos em fevereiro desse ano, quando aceitou convite do Prefeito Rafael Diniz (PPS) para assumir a pasta no Executivo. Em seu lugar, o vereador Fred Machado (PPS), que venceu as eleições para presidente do Legislativo campista no ano passado, vai comandar a Casa pelo biênio 2019-2020, quando se encerra a atual legislatura.

Em entrevista recente ao jornalista Roberto Barbosa, o presidente relembrou sua primeira devolução de recursos quando assumiu a presidência pela primeira vez, em 2005, quando economizou algo em torno de 2,4 milhões de reais.

Segundo ele, a prática, que foi notícia em diversos jornais da época, por seu caráter de ineditismo, continuou em todos os outros anos em ele esteve à frente da presidência da Casa, somando 40 milhões de reais desde que reassumiu a presidência em 2013, e com uma expectativa de devolução de algo em torno de 12 milhões de reais ao fim deste ano.

Mais lidas da semana