Mídias Sociais

Destaque

Três são presos por tentarem matar homem após confundi-lo com policial em Araruama

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Vítima foi brutalmente espancada por um grupo de criminosos e socorrida para o Hospital Estadual Roberto Chabo.

Três pessoas foram presas após praticarem uma tentativa de homicídio a um homem, na madrugada desta sexta-feira (24), no bairro do Corte, em Araruama, na Região dos Lagos. Segundo a Polícia Militar (PM), os próprios autores da ação criminosa assumiram que acharam que a vítima se tratava de um policial, e por essa razão, determinaram o ataque ao homem.

Ainda de acordo com a PM, o homicídio foi impedido após agentes receberem uma denúncia anônima informando que pessoas ligadas ao tráfico de drogas estariam na Rua Jaguara, em frente ao número 19, com um homem amarrado e sendo gravemente ferido. A denúncia apontava ainda que o homem corria risco de vida devido aos graves ferimentos aparentes.

Militares incursionaram o local e avistaram vários suspeitos aglomerados em frente a uma casa, ao lado de um terreno baldio sem muro. De acordo com a ocorrência, ao avistarem a presença viaturas, um deles saiu correndo com uma pistola, mas outros três, entre eles uma mulher, foram detidos. Segundo a polícia, próximo a eles estava a vítima, deitado ao solo, agonizando.

Um dos acusados confessou ter participado do linchamento. O homem foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Estadual Roberto Chabo. Os acusados, identificados como Hugo Viana da Silva Júnior, de 32 anos, Alexandre Peres da Silva Rosa, de 28, e Jéssica Caroline Oliveira Ambrósio, de 22, foram encaminhados a 118° Delegacia Policial de Araruama (118ª DP). Os três ficaram presos. Nossa equipe entrou em contato com a assessoria do hospital onde a vítima está internada, mas ainda não recebemos um posicionamento sobre o seu estado de saúde.


 

Mais lidas do mês