Mídias Sociais

Destaque

Traficante resgatado em hospital do Rio segue foragido

Avatar

Publicado

em

 

Segue sendo procurado o traficante resgatado no Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro do Rio de Janeiro, Nicolas Labre Pereira de Jesus, o Fat Family. De acordo com a polícia, ele foi baleado no rosto durante troca de tiros com a polícia em junho deste ano, quando foi preso.

O criminoso estava na enfermaria, sob escolta de quatro policiais militares. Traficantes invadiram o hospital e conseguiram resgatar o Fat Family. No mesmo mês, a polícia encontrou também a casa onde Nicolas se escondia, no Complexo da Maré, Zona Norte do Rio, e apreendeu medicamentos utilizados por ele. Nicolas, junto com o irmão, que é conhecido como My Thor, comandam o tráfico no Morro Santo Amaro, no Catete (zona sul).

Nicolas era investigado pelo assassinato de dois policiais militares, na Praia do Barbudo, em Araruama, em novembro de 2010. Nesse dia, dois sargentos do 25º BPM (Cabo Frio) sofreram uma emboscada durante um patrulhamento de rotina na Praia do Barbudo, na Lagoa de Araruama, onde foram mortos com diversos tiros depois que o traficante, que estava em um veículo, conseguiu pegar a arma de um deles.

Agora ele integra a lista dos 40 criminosos mais procurados do estado. O quadro é exibido na página inicial do site Portal dos Procurados, da Secretaria de Segurança do Governo do Rio de Janeiro. A recompensa para quem tiver informações certeiras para a captura de Fat Family é de 3 mil reais.

E com toda a divulgação, a polícia parece andar pelo caminho correto. Na ultima semana, a mulher do traficante foi detida no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo. Os agentes informaram que, após investigações, obtiveram o endereço onde Fat Family e sua companheira estariam escondidos.

Ela, que não teve a identidade revelada e já foi liberada, foi encaminhada à delegacia para prestar depoimento e confirmou que os dois moravam no local. No entanto, ele continua foragido. De acordo com o delegado titular delegacia de Combate às Drogas (Dcod), Felipe Cury, Fat Family ficou pouco tempo nesta casa e a mulher dele não tem passagens pela polícia.

A ação contou com 50 policiais civis e 139 Policiais Militares. Além de três equipes do Batalhão de Ação com Cães (BAC) com cães farejadores de armas de fogo e drogas e uma equipe de cães treinados para captura. Também foram utilizadas cinco aeronaves do tipo esquilo, uma aeronave blindada e dois veículos blindados, todos da PM, e dois veículos blindados da Polícia Civil.

Durante a operação, os agentes apreenderam drogas que estavam escondidas dentro de tambores enterrados na comunidade. No total, foram apreendidos oito tabletes de pasta base de cocaína, cada um com aproximadamente 1 kg da droga; 152 tabletes de maconha; 858 papelotes cocaína; 203 pinos de maconha e 2772 pinos de cocaina.

Quem tiver informações sobre o paradeiro desses foragidos da Justiça pode denunciar pelo WhatsApp ou Telegram do Portal dos Procurados: (21) 96802-1650; por mensagem no Facebook dos Procurados ou pelo número do Disque-Denúncia: (21) 2253-1177. O anonimato é garantido.

 

Flávia Martins

Mais lidas da semana