Mídias Sociais

Destaque

Região Serrana de Macaé registra diversos assaltos em um único final de semana

Avatar

Publicado

em

 

A Região Serrana de Macaé vem perdendo aos poucos a tranquilidade do lugar e a insegurança vem tomando conta das ruas, casas e comércio. Somente em quatro dias, 11 casas foram assaltadas no distrito de Córrego do Ouro. A onda de insegurança vem aumentando e quem sai perdendo é a população.

De quinta-feira (20) a domingo (23) os moradores foram surpreendidos com um verdadeiro “arrastão” de assaltos. “O lugar é pequeno para tanta violência e insegurança. Estamos com medo até de ir à padaria”, comentou um morador de Córrego do Ouro que não quis se identificar.

Uma das antigas reivindicações dos moradores é o aumento no efetivo de policiais e a construção de um Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) na entrada do distrito, pois segundo a população, os assaltos diários têm amedrontado toda a região.

A situação é tão grave que chamou a atenção do Legislativo de Macaé. Nesta terça-feira (25) vereadores na Câmara Municipal do município, protestaram pela falta de segurança na região Serrana. “Será preciso manter uma família dentro de sua residência para que se faça alguma coisa?”, perguntou a vereadora Renata Paes (PSC) se referindo ao grande número de assaltos somente neste final de semana em Córrego do Ouro.

Todo o legislativo aproveitou o assunto em pauta e outros parlamentares também reivindicaram às autoridades, a segurança no distrito. Somente para Córrego do Ouro, foi solicitado o aumento do efetivo e funcionamento 24 horas no DPO do distrito. Os vereadores presentes aprovaram por unanimidade as proposições.

Joacir da Silva é mais um morador que se sente inseguro com o que anda acontecendo em Córrego do Ouro. Segundo o aposentado o medo já faz parte da vida dos moradores. “Moro aqui tem pouco tempo e vim para cá atrás de segurança e tranquilidade, mas infelizmente nem eu e nem minha família estamos tendo isso. Espero que as autoridades tomem uma providência para que possamos viver em paz”, desabafou.

Segundo informações do 32º BPM a segurança do local já foi reforçada com o aumento do efetivo e de viaturas.

 

Esio Bellido

Foto: Divulgação

 

 

 

 

 

 

Mais lidas da semana