Mídias Sociais

Polícia

Policiamento continua reforçado no distrito de Tamoios, em Cabo Frio, após morte do chefe do tráfico

Publicado

em

 

Cinco escolas municipais de Tamoios, em Cabo Frio, e alguns comércios decidiram não funcionar nesta quarta-feira, 23, como medida de segurança. Apesar do reforço policial, a comunidade vive um clima de medo, após a morte do chefe do tráfico de Aquarius, que aconteceu na manhã de terça-feira, 22.

De acordo com a secretaria de educação as escolas EMEI Prof.ª Anita Teixeira da Silva, Edith Castro dos Santos, Prof.ª Luceléa Rodrigues da Costa, Professora Maria José Barroso e Tosana tiveram as aulas suspensas. A medida visa a segurança dos mais de dois mil alunos, que frequentam as unidades.

Diversas mensagens estão circulando pelas redes sociais espalhando medo nos moradores, que temem ações repressivas por parte dos bandidos. Porém, o Coronel André Henrique do 25º BPM, informou que os moradores podem manter a rotina normal e que para isso, o policialmente segue reforçado.

 

Sobre a morte do traficante - José Francisco da Silva, conhecido como Chico bala, era um dos maiores chefes do tráfico na localidade e atuava pelo terceiro comando. Ele foi morto durante um confronto com a polícia, na manhã desta terça-feira, 22. Um dos seus comparsas, que ainda não teve a identidade divulgada, também veio a obito. O caso aconteceu na Rua da Assembleia, no bairro Aquarius, em Tamoios.

Chico estava sendo procurado pela polícia há algum tempo, além de chefiar o tráfico, ele era suspeito de cometer diversos assassinatos, além de torturar as vítimas antes.

Com os suspeitos, a PM apreendeu uma granada, três pistolas (calibres 38, .45, .40), 130 munições de vários calibre, além de 34 comprimidos de êxtase, 18 papelotes de haxixe, 150 trouxinhas de maconha e 350 papelotes de cocaína.

Mais lidas da semana