Mídias Sociais

Destaque

Polícia encontra carro usado em morte de médico que atendida em Cabo Frio e prende suspeito

Publicado

em

 

Thiago Barbosa dos Santos, 38 anos, suspeito de envolvimento no assassinato do cirurgião médico Claudio Marsili, na Barra da Tijuca, foi levado na tarde desta terça-feira, para prestar depoimento sobre o crime na Delegacia de Homicídios da Capital (DHC). Ele possui 13 anotações criminais e foi preso com uma mochila com pertences da vítima.

Com Thiago, também foi encontrado o veículo usado no crime e placas do veículo do médico. O veículo usado para praticar o crime utilizava uma placa clonada e passa por perícia. O verdadeiro dono da placa, o músico Nilson de Souza da Costa, se apresentou nesta tarde na DH e explicou que o carro estava em uma oficina mecânica quando ele foi avisado que o veículo teria sido utilizado em um roubo.

Nilson é de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, e estava com o Sandero há seis meses.
O médico estava dentro do seu carro, um Toyota Hilux quando foi cercado por três criminosos, que ocupavam um Renault Sandero, na cor preta. A vítima entregou o veículo, que foi levado pelos criminosos, mas ainda assim, foi baleado.

O médico, que também atendia em Cabo Frio, morreu na hora. A DH já realizou a perícia no local. Os investigadores da especializada buscam informações e imagens das câmeras de segurança da região para ajudar na identificação dos autores do crime. A principal hipótese para é roubo seguido de morte (latrocínio). O crime aconteceu a menos de 500 metros da sede da especializada, na Rua Fernando Mattos, por volta das 6h30.

O corpo foi removido por volta das 10h e levado para Instituto Médico Legal (IML). Familiares estiveram no local do crime, mas, ainda abalados com a tragédia, não comentaram sobre o caso.

Mais lidas da semana