Mídias Sociais

Destaque

Macaé contalbiliza mortos após guerra entre facções rivais pelo comando do tráfico na Malvinas

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Integrantes de uma facção criminosa rival tentaram invadir e tomar o tráfico de drogas na comunidade da Malvinas, em Macaé, na noite desta quarta-feira (18). Houve um intenso confronto na localidade. Equipes do Grupamento de Ações Táticas (GAT) da Polícia Militar incursionaram a comunidade e foram recebidos a tiros.
Eles revidaram e iniciaram um novo confronto.

De acordo com a PM, após o cessar fogo, dois homens foram encontrados feridos e foram socorridos para o Hospital Público Municipal (HPM), junto com outros dois que já estavam feridos quando os agentes entraram na localidade. Ainda de acordo com a PM, todos faleceram após darem entrada da unidade de saúde, Uma quinta vítima, que não foi informada pela PM, também faleceu no HPM, vítima de disparo de arma de fogo.

O número de mortos durante a guerra pela disputa do tráfico da Malvinas ainda pode subir, pois segundo moradores da comunidade, ainda havia feridos no mangue da comunidade na manhã desta quinta-feira (19). A PM, no entanto, não confirmou a informação.

O confronto teria sido iniciado por traficantes oriundos de favelas localizadas na capital, já que os pontos de tráfico de Macaé são um dos mais cobiçados do estado, chegando a arrecadar R$ 1 milhão por semana.
No local do confronto, militares apreenderam três fuzis, uma pistola, duas granadas e 115 munições.

Mais lidas da semana