Mídias Sociais

Polícia

Jovem é morto com tiro no peito após tentar impedir assalto no Centro de Macaé

Publicado

em

Daniel de Oliveira, de 24 anos, estava trabalhando quando tentou parar o criminoso dando uma rasteira e foi alvejado no peito. Criminoso foi preso em seguida pelo GAOP. 

Um jovem morreu na manhã desta sexta-feira (23), após ser baleado tentando impedir a fuga de um assaltante no Centro de Macaé. Daniel de Oliveira, de 23 anos, estava trabalhando no camelódromo que fica ao lado da rodoviária, quando avistou um suspeito correndo com uma bolsa que havia acabado de roubar de uma loja.

Ele tentou parar o criminoso dando uma rasteira e foi alvejado no peito. Daniel chegou a ser socorrido por taxistas que fazem ponto da rodoviária e levado para o Hospital Público Municipal (HPM), mas não resistiu a uma hemorragia, falecendo pouco depois de dar entrada na unidade de saúde. O atirador, identificado como Ivan Souza Muniz, de 18 anos, foi preso próximo ao local do crime, na Rua Benedito Peixoto, por agentes do Grupamento de Apoio Operacional (GAOP) da Guarda Municipal.

Mesmo sem armamentos letais, os guardas conseguiram imobilizar o suspeito, que foi detido com a arma utilizada no assassinato, uma pistola calibre 9 milímetros.  O criminoso foi levado para a 128ª Delegacia Policial de Rio das Ostras (128ª DP), onde ficou preso na carceragem aguardando transferência para o sistema penitenciário.

O jovem também era instrutor de capoeira e dava para crianças e adolescentes.

O corpo de Daniel foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Macaé. O jovem era casado e deixa uma filha. Nas redes sociais, centenas de pessoas reagiram à morte do trabalhador com indignação. “Infelizmente o dia hoje ficou cinza, infelizmente não contaremos mais com a alegria do Júnior nem nas células, nem nos cultos, muitas vezes o admirava por ver a sede que ele tinha pela presença de Deus, vai com Deus Júnior. E minha orações nesse momento e que Deus possa confortar a família”, disse uma amiga.

Daniel trabalhava há anos no camelódromo e era muito querido na cidade. Evangélico, ele pregava em uma igreja na Barra de Macaé e também era instrutor de capoeira. Um dia antes de sua morte, o rapaz fez um post enigmático, citando a passagem da Bíblia de Romanos 8:34-39, em sua conta no Facebook, onde parecia prever o ocorrido.

Daniel era evangélico e pregava em uma igreja na Barra de Macaé.

“Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor”, escreveu Daniel.

A Associação De Capoeira Movidos Pelo Berimbau, de qual Daniel era membro, fez uma homenagem ao jovem. “O céu comemora hoje sua chegada, que para sempre estará na nossa memória e influenciará eternamente a nossa história”, disse um post na rede social. O corpo de Daniel será velado a partir das 16h desta sexta-feira, no Cemitério Memorial Mirante da Igualdade, na Virgem Santa. O sepultamento deve ocorrer na manhã de sábado (24).

Autor: Bertha Muniz

Mais lidas do mês