Mídias Sociais

Polícia

Empresário Otto Maciokas é preso pela Polícia Federal

Thaiany Pieroni

Publicado

em

 

O empresário Otto Maciokas foi preso pela Polícia Federal, na manhã desta segunda-feira, 28. A prisão ocorreu em um flat, no bairro Leblon, no Rio de Janeiro, após intenso trabalho do serviço de inteligência.

Otto estava foragido há cerca de dois anos e meio, acusado de participação em esquema de lavagem de dinheiro e peculato. Sua prisão foi decretada durante a Operação Dominação, deflagra em 2015, na Região dos Lagos, em parceria com o Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (GAECO). A operação cumpriu 21 mandados de prisão preventiva dos 26 expedidos contra pessoas denunciadas por tráfico de drogas, organização criminosa, receptação, lavagem de dinheiro e comércio ilegal de armas de fogo, entre outros crimes. Foram presas 11 pessoas, outras dez já haviam sido detidas anteriormente, entre as quais, Chico da Ecatur, pai de Cadu Playboy.

A quadrilha também praticou crimes eleitorais no primeiro turno das eleições de outubro de 2014. O líder da quadrilha, Cadu Playboy, arregimentou moradores de Cabo Frio e São Pedro da Aldeia para a compra de votos e boca de urna em favor de candidatos a deputado estadual e federal. O grupo chegou a praticar atos de violência para afastar cabos eleitorais adversários. O objetivo era lançar a candidatura de pessoas da comunidade ligadas ao tráfico ao cargo de vereador nas eleições de 2016.

A expectativa é que com a prisão de Otto, a Polícia Federal consiga fechar a Operação Dominação.

 

Mais lidas da semana