Mídias Sociais

Destaque

Criminosos arrombam e abrem comporta em Carapebus

Bertha Muniz

Publicado

em

 

Autores do crime ainda não foram identificados. A válvula foi fechada e um novo cadeado colocado.

Criminosos invadiram as instalações da represa de abastecimento de água de Carapebus e abriram as comportas, na tarde deste sábado (7).  Uma tragédia maior não aconteceu graças à intervenção de uma guarnição da Guarda Municipal, comandada pela GM Glaucia Nunes, que fechou a válvula de contenção. Foram necessários golpes de marreta para destravar a válvula.

Apesar da investigação e ronda pela área, os guardas não conseguiram encontrar os autores do crime. Segundo a GM Glaucia se não fosse fechada a válvula, várias residências próximas à represa seriam invadidas pelas águas, além da suspensão de abastecimento de água potável para toda a cidade.

Segundo informou a coordenadora da GM, durante a sexta-feira (6), devido o excesso de volume de chuva que se registrou na região, os guardas foram orientados a supervisionar a represa do córrego da Maricota, a cada duas horas. A medida foi adotada para evitar um possível rompimento da barragem, o que não aconteceu. Eles foram autorizados a abrir parcialmente a comporta para evitar rompimento.

Durante a madrugada, a equipe de plantão foi novamente ao local e encontrou o cadeado da entrada foi arrebentado e a válvula aberta em sua totalidade. “Graças à ação eficiente dos colegas e de Deus, conseguimos evitar esse vandalismo, porque as águas poderiam inundar as residências no entorno da represa e acontecer até uma tragédia”, ressaltou Glaucia Nunes. Foi necessário o uso de marreta para o fechamento da comporta, porque a válvula foi danificada e empenada para dificultar o seu fechamento.

Foto: GM/Carapebus.

 


 

Mais lidas do mês