Mídias Sociais

Destaque

Ceam de Cabo Frio atende 1.500 mulheres vítimas de violência

Publicado

em

 

O Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam) de Cabo Frio atendeu, no último ano, mais de 1.500 mulheres vítimas de algum tipo de violência. O relatório relativo o atendimento às mulheres vítimas de violação de direitos atendidas pelo Centro, em 2021, foi divulgado pela prefeitura na quarta-feira (16). O equipamento é ligado à Superintendência dos Direitos da Mulher, que faz parte da Secretaria de Assistência Social.

A exibição dos dados, realizada no auditório da prefeitura e transmitida pelo Facebook, que contou com uma intérprete de libras, foi iniciada com um minuto de silêncio pelas vítimas do temporal que atingiu a cidade de Petrópolis.

Na apresentação foram exibidos os números referentes ao último ano, sendo 1.514 somente em atendimentos presenciais. O número de acolhimentos recentes, tanto no primeiro distrito quanto em Tamoios, foi de 285 mulheres, sendo 239 moradoras do primeiro distrito e 46 atendimentos referentes a moradoras do distrito de Tamoios.

“Os números de Tamoios não refletem a realidade, essa quantidade tende a ser bem maior. Por conta da distância do Ceam, infelizmente não conseguimos alcançar todas as mulheres violentadas. Mas em breve teremos instalado um Centro Especializado em Atendimento à Mulher no distrito para acolher as mulheres vítimas de violência”, disse a superintendente dos Direitos da Mulher, Tânia Lopes.

A maior incidência dos casos onde o Ceam foi acionado vêm dos bairros Jacaré e Jardim Esperança, na faixa etária de 29 a 39 anos. Ainda de acordo com o relatório, os encaminhamentos são direcionados por meio da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), serviços de assistência social (Cras e Creas), serviços de saúde e por intermédio da sociedade civil.

Segundo a secretária de Assistência Social, Nilza Miquelotti, o levantamento realizado pela Superintendência dos Direitos da Mulher é um diferencial para as moradoras de Cabo Frio e para diversas cidades da Região dos Lagos.

“O Centro Especializado em Atendimento à Mulher atende Arraial do Cabo, São Pedro da Aldeia e Iguaba, somos exemplo para esses municípios e orgulho para os cabo-frienses. Se você sofre ou em algum momento presenciou qualquer tipo de violência contra as mulheres, não hesite, denuncie”, declarou a secretária.

O atendimento social à mulher vítima de violência em Cabo Frio, é realizado no prédio da Secretaria Municipal de Assistência Social, na Rua Florisbela Rosa da Penha, n°292, no Braga. O funcionamento é de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h. Existe, ainda, a opção pelo WhatsApp, onde as denúncias podem ser feitas por meio do (22) 99808-2557. Outra forma de contato é através do e-mail superintendenciadamulher@cabofrio.rj.gov.br.

Mais lidas da semana